02 de julho – Dia Nacional do Bombeiro Militar

A data é uma homenagem aos heróis brasileiros que se arriscam diariamente, para cumprirem com seu juramento de Salvar e Proteger mesmo com o risco da própria vida!

blank

Google News

A escolha do dia 02 de julho para se celebrar o Dia Nacional do Bombeiro Militar, remonta da criação do Corpo Provisório de Bombeiros da Corte, instituído em 02 de julho de 1856, no Rio de Janeiro, sob o comando do major João Batista de Morais Antas.

Oficialmente, o dia do bombeiro brasileiro foi instaurado através do decreto-lei nº 35.309, de 02 de abril de 1954. A partir desta mesma lei, também foi definido a realização anual da Semana de Prevenção Contra Incêndios.

Posteriormente, antes até do Imperador D. Pedro II assinar o Decreto Imperial nº 1.775 que regulamentava o serviço de bombeiros, o soar dos sinos era sinal de que homens, mulheres e crianças tinham que formar uma fila no poço mais próximo e assim, passarem baldes de mão em mão até chegarem ao local do incêndio.

Para ser bombeiro é Preciso….

Para ostentar a farda de Bombeiro Militar, é preciso ter muito mais do que só sonhos, é preciso coragem para ir onde ninguém quer ir, para pôr em risco a vida por pessoas que nunca se viu;

Para ser bombeiro é preciso sangue-frio para manchar a farda com sangue das mesmas pessoas que ontem criticavam nossas ações e zelar por sua vida como sendo a mais importante de todas, é saber de que a mesma mão ensanguentada, a qual se estende em busca de socorro, dificilmente virá a estender-se de novo em sinal de agradecimento.

Para ser bombeiro, não se pode gostar de natal, nem de páscoa, de ano novo ou de carnaval, porque enquanto o mundo festeja, os nossos olhos precisam permanecer atentos e a alma pronta sempre velando pela segurança daqueles que estão sob nossas asas.

Para ser bombeiro é preciso ter paciência e saber que a prevenção é sempre mais eficiente e embora as estatísticas não registrem incêndios e acidentes que não ocorrem, se aprende somente com o passar dos anos, que não há nem uma glória em combater um incêndio que poderia ter sido evitado.

Para ser bombeiro o corpo precisa saber que não há diferença entre a madrugada fria, ou o verão quente, entre a água e o fogo, todos se igualam ao som das sirenes.

Para ser bombeiro, tem que gostar de química, entender um pouco de física, gostar de caminhões, entender como funciona o corpo humano, saber conversar com o fogo e com a água, mas principalmente tem que gostar de gente, saber que nem todas as estrelas do céu valem uma vida humana e para salvá-la, tudo o que se tem será posto à disposição, inclusive a vida do bombeiro.

Para ser bombeiro, é preciso saber que não se vai ficar rico, que vai se trabalhar muito, que os fracassos serão fantasmas que vão nos perseguir por toda a existência e o sucesso são nuvens que se dissipam com o anoitecer.

Para ser bombeiro é preciso ser abnegado, um apaixonado por aquilo que faz, porque dentre os milhares de bombeiros que já conheci, jamais vi algum, que tenha, mesmo que por um minuto só, se arrependido da opção que fez.

  • Com informações do site Sul em Destaque


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: