12º Grupo de Artilharia Antiaérea de Selva executa exercício de tiro antiaéreo em ambiente de selva

O 12º Grupo de Artilharia Antiaérea de Selva (12º GAAAe) – “Grupo Tenente Juventino da Fonseca” executou entre os dias 11 a 15 de julho, o exercício de tiro antiaéreo em ambiente de selva, denominado “Operação Felipe Camarão II”.

Durante a ocasião da operação, fora realizado o primeiro disparo do Míssil Telecomandado RBS-70 na Amazônia. O exercício de adestramento nível unidade ocorreu na Base de Instrução 6 do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), na cidade de Rio Preto da Eva (AM), com todos os subsistemas da Artilharia Antiaérea atuando integrados.

Os disparos dos mísseis foram precedidos de uma breve exposição do material de emprego militar específico da Artilharia Antiaérea, pertencente ao 12º GAAAe e de uma demonstração do emprego de uma Seção de Artilharia Antiaérea de Selva na defesa antiaérea de um Batalhão de Infantaria de Selva, em uma marcha fluvial.

A operação contou com a presença do General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, Comandante Militar da Amazônia, do General de Exército Eduardo Antonio Fernandes, Comandante Militar do Sudeste, do General de Brigada Antonio Ribeiro da Rocha Neto, Comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª Bda AAAe), do General de Brigada Moacir Rangel Junior, Chefe do Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia, e do General de Brigada Marcelo Pereira Lima de Carvalho, Comandante do 2º Grupamento de Engenharia, além de comandantes de Organizações Militares da 1ª Bda AAAe, da Guarnição de Manaus e respectivas comitivas.

  • Com informações e Fotos: 12º GAAAe Sl


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!