1ª Brigada de Infantaria de Selva realizou a Operação Macuxi em Roraima

A operação é um exercício no terreno de Adestramento em Operações Básicas, e contou com utilização de 122 viaturas e 1.477 militares. Além de elementos da Brigada de Infantaria Paraquedista

blank

A 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou entre os dias 25 de outubro e 4 de novembro a Operação Macuxi, um Exercício no Terreno de Adestramento em Operações Básicas.

A Operação Macuxi foi um exercício concebido como uma manobra de dupla ação no contexto do amplo espectro, combinando atitudes ofensivas, defensivas e contra forças irregulares, realizando ainda, a integração de funções de combate não existentes nas Organizações Militares (OM) orgânicas da 1ª Bda Inf Sl, como: Engenharia de Combate, Aviação do Exército, Artilharia Antiaérea e tropas de Operações Especiais.

blankO desdobramento das OM´s da 1ª Bda Inf Sl ocorreu na região sul do estado de Roraima nas localidades de Serra Grande I e II, município do Cantá. A Base Logística de Brigada (BLB) foi instalada em Rorainópolis, a uma distância de aproximadamente 186 km.

As tropas tiveram a oportunidade de se adestrarem nas operações como: Marcha para o Combate, Ataque Coordenado, Ataque a Localidade, Assalto Aeromóvel, Infiltração, Operações de Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos com emprego de Grupo de Artilharia Antiaérea (GAA), Ultrapassagem, Substituição, Ação Retardadora, Defesa em Posição, Defesa de Ponto Forte, Defesa de Área de Combate, Operações contra Forças Irregulares e tiro de Artilharia em plataforma aérea e embarcado em balsa.

blankForam utilizadas 122 viaturas e um efetivo de 1.477 militares. A Brigada de Infantaria Paraquedista (Bda Inf Pqdt), participou da atividade com uma Bateria do 8° Grupo de Artilharia de Costa Paraquedista (8º GAC Pqdt) e elementos da Companhia de Precursores Paraquedista (Cia Prec Pqdt) e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimento pelo Ar (Btl DOMPSA), que se encontravam na Guarnição de Boa Vista em Cooperação de Instrução a 1ª Bda Inf Sl.

Houve ainda, participação da Força Aérea Brasileira (FAB) com aeronaves A-29 B Super Tucano e de transporte C-95 B Bandeirante. Desta forma a FAB pode adestrar seus meios aéreos realizando apoio aéreo aproximado, lançamento de Paraquedistas e a Ressuprimento aéreo, inseridos no contexto da Operação.

blankNa oportunidade, foi realizado uma Ação Cívico-Social com atendimentos médico odontológico para a população, revitalização de escolas da comunidade e o aproveitamento das tropas de Engenharia do 6° Batalhão de Engenharia de Combate (6º BEC) na manutenção da rede de estradas e pontes da região do exercício em prol das comunidades locais.

A atividade se encerrou no dia 04 de novembro com a reversão das tropas e a realização da Análise Pós-Ação, que pode recolher os ensinamentos obtidos na Operação. Todas as medidas preconizadas para o combate a pandemia de COVID – 19 em curso foram adotadas por todos os participantes.

  • Com informações e fotos da 1ª Bda Inf Sl