23 de agosto, dia da Intendência da Aeronáutica!

A formação do Intendente da Aeronáutica começa na Academia da Força Aérea (AFA). Durante quatro anos, os cadetes recebem instruções militares de formação básica e cursam o bacharelado em Administração com ênfase em Administração Pública, além de Ciências da Logística com habilitação em Intendência da Aeronáutica.

A Intendência também atua no apoio às operações militares realizadas em qualquer lugar do Brasil e também no exterior. Essa é a principal finalidade da Intendência Operacional brasileira, que já atuou, por exemplo, no terremoto do Haiti, na Operação Serrana (RJ) e nas enchentes de Santa Catarina.

A intendência é uma área de atuação multidisciplinar, que abrange atividades afetas ao direito, à administração, à contabilidade, às finanças e à gestão de projetos. Isso torna as possibilidades de trabalho do intendente bastante diversas.

Um trabalho silencioso, de bastidores, mas fundamental para o sucesso das várias missões da Força Aérea é o da Intendência Operacional. Essa é uma vertente da logística operacional da FAB voltada a apoiar o militar em ambientes de campanha.

Normalmente uma das primeiras a chegar e última a deixar o local da missão, a Intendência Operacional tem um leque de atuação bastante diverso. O engajamento pode se dar em situações de ajuda humanitária, calamidade pública, desastres naturais, enchentes, acidentes aéreos, ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e até mesmo em guerras. O objetivo é prover alojamento, alimentação, áreas de recreação e de manutenção do bem estar para proporcionar a recuperação diária dos militares e eles poderem encarar a rotina de trabalho longe de suas casas, de seus familiares e em situações de elevado estresse.

Por Luiz Camões
Fonte/imagens: Força Aérea Brasileira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below