2ª Divisão de Exército realiza solenidade de Passagem de Comando

blank

Após seis meses sob o comando do General de Divisão José Eduardo Pereira, a 2ª Divisão de Exército tem um novo comandante. O General de Divisão Edson Diehl Ripoli assumiu, em solenidade realizada no Quartel-General Integrado (QGI), no dia 24 de julho, o comando da Divisão Presidente Costa e Silva.

Devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, o evento foi realizado para um público restrito. Na primeira etapa, foi inaugurado o retrato do comandante sucedido na Galeria de Antigos Comandantes. Na sequência, no Espaço Cultural do QGI, ocorreu a solenidade militar, que foi transmitida pelo canal do Comando Militar do Sudeste (CMSE) no YouTube.

blankEm posição de destaque, no segundo piso do ambiente, perfilaram-se militares das Grandes Unidades e Organizações Militares Diretamente Subordinadas, representando o combatente urbano, o combatente aeromóvel, as tropas de Cavalaria, de Polícia do Exército, de Artilharia, de Engenharia e os militares empregados em missões de desinfecção de áreas públicas na Operação Covid-19.

Na ocasião, o General José Eduardo apresentou as suas despedidas e enalteceu o trabalho desempenhado pelas Forças Armadas no contexto da Operação Covid-19 no estado de São Paulo. “Juntos somos mais fortes”, enfatizou. E agradeceu a confiança nele depositada pelo Comandante do Exército para que comandasse a 2ª DE.

No ato seguinte, o Chefe do Estado-Maior do CMSE, General de Brigada Ricardo Piai Carmona, leu a referência elogiosa consignada pelo Comandante Militar do Sudeste ao General José Eduardo, na qual elencou os principais números da Operação Covid-19, que foi o maior desafio do General José Eduardo a frente do Comando da 2ª DE.

Acompanharam a solenidade o Comandante Geral de Apoio da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Comandante da 2ª Região Militar, General de Divisão João Chalella Junior; o Comandante do 8° Distrito Naval, Vice-Almirante Sérgio Fernando de Amaral Chaves Junior; o Chefe do Estado-Maior Conjunto Sudeste, Major-Brigadeiro do Ar Ricardo Augusto Fonseca Neubert; o antigo Comandante da 2ª DE General de Divisão Eduardo Diniz; e outros oficiais-generais.

blankNo final da manhã, os oficiais do Comando da 2ª DE despediram-se do General José Eduardo, que agora segue sua carreira militar como Comandante Militar do Leste, no Rio de Janeiro (RJ). Depois, o General Diehl reuniu os oficiais do Comando da Divisão e os comandantes de Grande Unidade para uma rápida primeira conversa no Pátio Sargento Mário Kozel Filho.

Novo comandante

Oriundo do Ministério da Defesa, onde era Chefe de Gabinete do Ministro, o General de Divisão Edson Diehl Ripoli chega a São Paulo, aos 55 anos de idade, para comandar a 2ª Divisão de Exército.

Edson Diehl Ripoli foi declarado Aspirante a Oficial em 7 de dezembro de 1985, sendo classificado no 12º Grupo de Artilharia de Campanha, sediado em Jundiaí (SP). Em 1988, fez o curso de especialização de oficial de Comunicações, na Escola de Comunicações, no Rio de Janeiro (RJ). Foi instrutor do Curso de Artilharia da Academia Militar das Agulhas Negras em 1990 e 1991.

Serviu no 2º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado – Regimento Deodoro, sediado em Itu (SP), entre 1992 e 1994, como Comandante de Subunidade e Oficial de Estado-Maior. Cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais em 1993, obtendo o título de Mestre em Aplicações Militares.

blankFoi Observador Militar das Nações Unidas em Angola, no ano de 1995. Retornou ao 2º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado entre 1996 e 1998, como Comandante de Subunidade e Oficial de Estado-Maior.

Cursou a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, sediada no Rio de Janeiro (RJ), entre 1999 e 2000, obtendo o título de Doutor em Ciências Militares. Como Oficial de Estado-Maior, chefiou a 3ª Seção da Artilharia Divisionária/5, sediada em Curitiba (PR).

Entre 2002 e 2004, realizou o Curso de Estado-Maior das Forças Armadas na República Federal da Alemanha, servindo posteriormente no Centro de Comunicação Social do Exército, sediado em Brasília -DF.

Comandou o 2º Grupo de Artilharia de Campanha Leve – Regimento Deodoro, em Itu (SP), em 2005 e 2006.

blankTransferido para Brasília (DF), em 2007, trabalhou na Assessoria/3 do Gabinete do Comandante do Exército. Em 2008 e 2009, foi assessor militar da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Ainda em 2009, integrou a Assessoria/2 do Gabinete do Comandante do Exército.

No ano de 2010, foi o Conselheiro Militar Principal do Escritório das Nações Unidas para a África Ocidental (UNOWA), em Dakar, Senegal. Em 2011 e 2012, serviu na Assessoria/3 do Gabinete do Comandante do Exército. Nesse período, foi também gerente do Projeto Estratégico do Exército ASTROS/2020.

Entre janeiro e março de 2013, realizou o Curso de Altos Estudos Estratégicos para Oficiais Superiores Iberoamericanos, no Centro Superior de Estudos da Defesa Nacional, em Madri, Espanha. Em seguida, permaneceu como instrutor daquele Centro até janeiro de 2015. Retornando ao Brasil, foi chefe da Assessoria/3 do Gabinete do Comandante do Exército.

Promovido a General de Brigada em 31 de março de 2015, comandou a Artilharia Divisionária da 1ª Divisão de Exército, de 28 de abril de 2015 a 24 de agosto de 2016. Exerceu o cargo de 1º Subchefe do Estado-Maior do Exército entre 31 de agosto de 2016 e 23 de abril de 2018. Entre 16 de março de 2018 e 12 de fevereiro de 2019, comandou a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército – Escola Marechal Castello Branco. Foi promovido ao posto atual, General de Divisão, em 31 de julho de 2018.

  • Com informações e fotos: 2ª DE