Embraer discute com Boeing prorrogar prazo para concluir acordo

A Embraer afirmou que está discutindo prorrogar a data limite inicial para conclusão do acordo de venda de sua operação comercial para a norte-americana Boeing .

“Embraer e Boeing estão mantendo discussões quanto à operação, incluindo em relação à prorrogação da data limite inicial” para conclusão do acordo, inicialmente prevista para 24 de abril, afirmou a companhia brasileira em comunicado da noite de terça-feira.

A Embraer informou ainda que “não há garantias quanto à prorrogação da data limite inicial, à consumação da operação e ao prazo em que ela seria consumada”.

A operação foi anunciada em julho de 2018, nove meses após a compra de parte da Bombardier pela Airbus – outras duas gigantes da aviação comercial. A nova empresa, resultante dessa união, tem capital avaliado em US$ 4,75 bilhões.

A transação será feita em duas “etapas”. Em uma delas, a Boeing vai comprar 80% do capital da Embraer ligado à aviação comercial – produção de aeronaves regionais e comerciais de grande porte, segundo material divulgado pelo Cade.

Na outra transação, Embraer e Boeing vão criar uma joint venture (nova empresa) voltada à produção da aeronave KC-390, de transporte militar. Esse cargueiro é o maior modelo produzido no Brasil, atualmente – a estreia da aeronave foi em outubro.

  • Com informações da agência Reuters




Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail