66º Batalhão de Infantaria Motorizado faz reconhecimento na linha de fronteira, em áreas de difícil acesso

No dia 2 de julho, uma patrulha de reconhecimento de fronteira, composta por integrantes do 1° Pelotão Especial de Fronteira (1° PEF) Corixa, do Comando de Fronteira Jauru/66° Batalhão de Infantaria Motorizado – Batalhão General José Miguel Lanza, realizou um reconhecimento de fronteira na região sul da área de sua responsabilidade. A área encontra-se alagada na maior parte do ano e só é possível fazer a patrulha a pé durante os períodos de seca. O local é não habitado, sem trilhas e requer uma ação de desbravamento do Pantanal com grande desgastante nos deslocamentos entre charcos, matas fechadas e, muitas vezes, dentro dos cursos d’água, na busca de um acesso aos marcos da linha de fronteira.

Os militares do 1° PEF, após quatro dias de patrulhamento, alimentando-se de ração operacional e pernoitando em bases de patrulha, reconheceram os seis marcos fronteiriços com a Bolívia, chegando até o marco de n° 9, o mais longínquo e de difícil acesso.

O 1° Tenente Maia, Comandante do 1° PEF, registrou a vibração e o sentimento de missão cumprida dos integrantes da patrulha e ressaltou que essa atividade é extremamente necessária para se manter a soberania nacional, garantindo a segurança em toda a linha de fronteira.

Fonte: Cmdo Fron Jauru/66º BI Mtz


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail