7 de Setembro no Brasil; Desinformação e fakes news antecipadas nas notícias internacionais

blank

Protestos no Brasil são alvo de campanha de desinformação e fakes news antecipadas nas notícias internacionais

Por mais que essa possa parecer uma matéria de aparente finalidade política, a realidade é que tudo converge para uma situação de ameaça a nossa segurança nacional, com a desinformação dos assuntos internos do Brasil sendo manipuladas para interesses que todos sabem que estão em uma agenda política internacional que se sobrepõe às soberanias de muitos países.

Os protestos populares de carácter patrióticos que estão acontecendo a muitos meses no Brasil, que exigem mais justiça, democracia e respeito às liberdades fundamentais que foram manipuladas durante a crise do Covid estão sendo alvo de uma campanha bizarra de fake news por parte da grande maioria dos canais de mídia na Europa e EUA.

Basta observar os textos publicados pelo site G1 (Grupo Globo) e os textos publicados nas reportagens de sites de notícias internacionais, que possuem uma absurda semelhança na composição e argumentos publicados.
https://oglobo.globo.com/politica/apoiadores-de-bolsonaro-furam-bloqueio-invadem-esplanada-dos-ministerios-em-brasilia-1-25187152?

utm_source=globo.com&utm_medium=oglobo

https://oglobo.globo.com/politica/pesquisa-aponta-que-maioria-dos-entrevistados-desconhece-manifestacoes-previstas-no-7-de-setembro-25185890

Entrar em detalhes fará dessa matéria algo extenso e complexo, portanto, listamos abaixo as principais argumentações falaciosas e argumentos manipulados que estão circulando nas grandes mídias internacionais:

– Os protestos foram convocados pelo Presidente Bolsonaro, na tentativa de recuperar popularidade, que estaria em queda.

– Os protestos estão orquestrados para justificar um golpe de estado do Presidente Bolosnaro contra o congresso e estabelecer uma ditadura.

– Os protestos são organizados por grandes empresários ligados ao agronegócio, e os empregados das industrias e fazendas foram obrigados a participar sob risco de demissão aos que não aderissem.

– Milícias paramilitares “pró-Bolsonaro” obrigaram os moradores dos bairros de classe média e baixa a ir para os protestos.

– O Exército obrigou os caminhineiros a abandonarem suas cargas nas estradas e a seguir para Brasilia.

– Os protestos são para exigir a saída de Bolsonaro devido a crise do Covid e falta de vacinas.

– Os protestos são para exigir a volta do ex-presidente Lula.

– Os protestos exigem mais vacinas e confinamentos, entre outras mentiras…

Quem pesquisar de maneira imparcial verá a quantidade de manipulações presentes nas pubicações, como seguem nos exemplos abaixo:

blank blank blank blank blank blank blank

  • Com informações via grandes mídias, via redação Orbis Defense Europe/Genebra/Paris/Londres.