A Marinha dos EUA planeja colocar a arma laser HELIOS em destróier até 2021

A Marinha dos EUA planeja colocar uma arma a laser em um navio de guerra em 2021. O laser de alta energia com sistema integrado de bombeamento óptico e vigilância (High Energy Laser with Integrated Optical-dazzler and Surveillance), ou HELIOS, é um sistema de armas defensivas projetado para queimar barcos e derrubar drones não-tripulados. A arma irá para o mar com um destróier de mísseis guiados designado para a frota do Oceano Pacífico em dois anos, segundo a Marinha.

A Marinha fez um pedido para a HELIOS em janeiro de 2019. O contrato de US$ 150 milhões, concedido à Lockheed-Martin, exige que a empresa forneça dois sistemas. De acordo com um comunicado de imprensa da empresa, um vai para o campo de testes de mísseis de White Sands, no Novo México para testes. A ‘USNI News’ diz que a Marinha vai instalar o outro em um destróier de mísseis guiados da classe Arleigh Burke.

HELIOS é um sistema de laser de 60 quiloWatts, ou seja, tem o dobro do poder do Sistema de Arma Laser AN/SEQ-3, ou LaWS instalado no USS Ponce em 2014. HELIOS é anunciado como uma arma que pode queimar pequenas lanchas (como as do tipo que o Irã utiliza em grandes múmeros) e pode incendiar veículos aéreos não-tripulados em vôo. Alternativamente — e talvez para evitar um incidente internacional — os HELIOS podem simplesmente “queimar” os sensores eletro-ópticos de um UAV/VANT, danificando-os e impedindo-os de realizar sua missão.

O HELIOS possui uma capacidade de inteligência, vigilância e reconhecimento de longo alcance. Embora a LockMart não especifique os detalhes, podemos supor que o sistema de mira para a arma/raio laser provavelmente é capaz de ampliação digital de alta definição e alta potência, permitindo que um navio equipado com ele observe de perto as ameaças nas proximidades.

Muitas armas já instaladas em navios de guerra da Marinha dos EUA, incluindo o sistema de armas Phalanx e o Rolling Airframe Missile (RAM), têm uma capacidade similar contra pequenos barcos e drones como HELIOS, além de serem capazes de enfrentar aeronaves e mísseis maiores e mais rápidos. Alcance também é comparável.

Onde uma arma laser como a HELIOS brilha, literalmente, é a sua capacidade de disparar um número teoricamente ilimitado de disparos usando os sistemas de geração elétrica a bordo do destróier. O Phalanx, por outro lado, é limitado a 20 a 30 segundos de disparo contínuo, enquanto a RAM é limitada a 21 mísseis a bordo do sistema de lançamento de mísseis guiados Mk.49.

HELIOS não é um salto quântico acima dos sistemas existentes, mas, novamente, armas antigas como o arcabuz eram, de certa forma, inferiores ao arco e flecha. Eventualmente, conforme a tecnologia de armas de fogo progrediu, a arma de pólvora progrediu ao ponto de ser claramente superior. À medida que as armas de laser se tornam mais poderosas, elas podem rapidamente se tornar muito mais eficazes do que as armas convencionais de armas e mísseis.

Fonte: Popular Mechanics



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below