A Rússia transformará seus soldados e blindados em camaleões!

O governo russo mostrou sua nova menina dos olhos, a tecnologia de “camuflagem furtiva” para forças terrestres capazes de mudar sua aparência. A camuflagem, desenvolvida pela russa Rostec, foi demonstrada na exposição de defesa Army-2018 no mês passado em Moscou.

Segundo a mídia estatal russa, a camuflagem pode mudar sua cor e padrão dependendo do ambiente do soldado. O CEO da Rostec, Sergei Chemezov, afirmou que a tecnologia “pode refletir mudanças de cores e imitar representações gráficas complexas, até as folhas oscilando ao vento”.

De acordo com a Rostec, o sistema poderia ser usado até mesmo em tanques e outros veículos de combate blindados. O desenvolvimento já passou por um teste experimental no Exército russo em condições reais de operações de combate e confirmou alta eficiência.

O sistema de camuflagem faz parte do programa de melhoria do soldado Ratnik-3, mostrado acima. Ratnik é um esforço de uma década para melhorar o equipamento dos soldados nas Forças Terrestres Russas, particularmente a infantaria, com novas armaduras, equipamentos para o ambientes externos e armas. A Rostec menciona que 120 mil kits de Ratnik foram fornecidos ao exército russo. Alguns dos equipamentos mais comuns, como roupas, bússolas e proteção de ouvido, estão disponíveis no eBay.

Ratnik-3 é a etapa mais ambiciosa até hoje, incluindo a camuflagem furtiva e um sistema de exoesqueleto elétrico projetado para reduzir a fadiga e aumentar a capacidade de carga dos soldados russos. Embora os desenvolvimentos anteriores de Ratnik tenham se concentrado em um kit razoavelmente barato, os objetivos da Ratnik-3 são os mais tecnologicamente complexos e mais caros até hoje. Mesmo que a indústria russa conseguisse aperfeiçoar camuflagens e exoesqueletos furtivos, provavelmente seria muito caro para as tropas russas comuns, mas para um pequeno número de forças especiais Russas – spetsnaz – devam ser os prováveis beneficiados deste equipamento de última geração.

Exoesqueleto para equipar o soldado do futuro.

O padrão do exoesqueleto aumenta significativamente as capacidades físicas de quem o utiliza, protege as articulações, a coluna e pode ser ajustado de acordo com o crescimento e a integridade de um soldado em particular. O desenvolvimento é realizado pela CRIITomash em conjunto com a empresa GB Engenharia.

O exoesqueleto ativo possui um sistema músculo-esquelético no qual auxilia no transporte de cargas de até 50 kg (mochilas invasão, equipamentos especiais, armas e munições) durante longas marchas ou durante operações de assalto. O produto é um dispositivo mecânico articulado por alavancas que repetem as articulações humanas.

Já o exoesqueleto modo passivo, em contraste com o ativo, visto na foto acima, não tem fontes de alimentação, atuadores, pontos eletrônicos ou vários sensores, tornando-o mais confiável contra problemas iniciais, tendo de 4 a 8 kg, dependendo da configuração, completamente auto-suficiente e de fácil manutenção.

Este protótipo já foi testado em combate real. Em 2017-2018 anos. O exoesqueleto foi aprovado em unidades especiais do Ministério da Defesa da Rússia e agências de aplicação da lei.

Fonte/imagens: Rostekh (Госкорпорация Ростех)



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below