A segunda maior fábrica do mundo de hidroxicloroquina explodiu e continua em chamas

Imagem do incêndio da Xufu Pharmaceutical com captura de tela do noticiário de Taiwan News/LTN.

Google News

Com efeito, a explosão que destruiu uma fábrica farmacêutica na cidade de Taoyuan (Taiwan), e que deixou dois feridos e provocou um incêndio, no dia 20 de dezembro, terá o efeito de uma redução drástica nas entregas de APL de hidroxicloroquina em todo o mundo, pois se trata do segundo maior produtor do mundo, do medicamento. A fábrica produz APIs de hidroxicloroquina e é o segundo maior fornecedor mundial de matéria-prima de HCQ.

Muitas pessoas no distrito de Tamsui, na cidade de New Taipei, relataram ter ouvido a grande explosão pouco depois do meio-dia. Imediatamente após a explosão, uma espessa fumaça preta pode ser vista saindo da fábrica da SCI Pharmtech.

Embora muitas vacinas contra Covid-19 estejam atualmente ou em desenvolvimento ou distribuição em todo o planeta, sem o timming necessário de testes (mínimo de 2 anos) para avaliar os efeitos colaterais posteriores, a ‘ hidroxicloroquina tem sido atacado por todos os lados por sua alegada ineficácia sem provas, obviamente, um questionamento que serve aos grandes laboratórios com estudos todos mais fictícios que os outros para desacreditá-lo.

A realidade, porém, é diferente, com 4 cts por comprimido, a hidroxicloroquina desperdiçou a vida do BigPharma. No entanto, é extremamente usado na luta contra o coronavirrus, e é neste contexto tempestuoso que o segundo maior fornecedor explodiu misteriosamente.

A Xufu Pharmaceutical explodiu e pegou fogo no dia 20 e a explosão foi tão forte que afetou as fábricas adjacentes da Taoyuan Paper Mill e Hongli Textile Mill foram afetadas pelo incêndio, porque armazenavam uma grande quantidade de papel e tecido nas fábricas.

A Hongli Textile teve o incêndio residual debelado antes do meio-dia do dia 21. No entanto, devido às 15 a 6.000 toneladas de resíduos de papel e matérias-primas de papel na fábrica, a Tao Paper continuou a arder depois de Zhu Rong.

O comandante dos bombeiros e o terceiro capitão do Corpo de Bombeiros do Governo da Cidade de Taoyuan, Yin Mingkun, disseram que o fogo aberto de Taozhi foi controlado quase às 9 horas da noite no dia 21. Ele explicou que o tratamento do fogo não significa que não há mais fogo, mas não há dúvida de que a queima continuará. Embora o papel cor de pêssego ainda arde, estima-se que não continuará a queimar ou reacender com base no estado atual.

Os bombeiros em resposta ao incêndio encontraram duas pessoas feridas. Um trabalhador migrante estrangeiro de 30 anos sofreu queimaduras de terceiro grau em 80% -90% de seu corpo e é descrito como estando em estado crítico.

Embora a fábrica esteja localizada perto do Aeroporto Internacional de Taipei Taoyuan, as operações no aeroporto não foram afetadas, de acordo com reportagens no United Daily News e ET Today .

O Corpo de Bombeiros da cidade de Taoyuan despachou 76 Bombeiros, 28 veículos pesados de combate ao fogo e 2 ambulâncias para o local do incêndio e a causa da explosão está atualmente sob investigação, já existindo a possibilidade de sabotagem e terrorismo no caso.

  • Com textos adaptados da matéria de Alexander Doyle para WikiStrike e informações do United Daily News, ET Today eTaiwanenglishnews.com via redação Orbis Defense Europe

Link para as matérias correlatas das mídias de Taiwan:

Pharmaceutical factory on fire after explosion: 2 injured

https://news.ltn.com.tw/news/society/breakingnews/3387444

https://www.tellerreport.com/news/2020-12-21-%0A—taiwanese-pharmaceutical-company-caught-fire-on-the-20th–taiwan-media–it-is-estimated-that-it-will-be-completely-extinguished-on-the-21st%0A–.BkCm3Ja6hv.html



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: