Academia Militar das Agulhas Negras conduz módulo de nivelamento do Curso de Ações de Comandos

Subscribe
Voiced by Amazon Polly

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), conduziu entre os dias de 25 de fevereiro a 8 de março, o módulo de nivelamento do Curso de Ações de Comandos (CAC). O CAC é ministrado pelo Centro de Instrução de Operações Especiais em ritmo de operações continuadas, desenvolvendo competências atitudinais, com o máximo de realismo na imitação do combate e grande conhecimento de todos os ambientes operacionais do País.

Durante o período na Aman, os alunos do CAC foram submetidos a uma intensa rotina de instrução de nivelamento como natação militar, combate corpo a corpo, orientação, marcha, pista de cordas, emprego de explosivos, comunicações, primeiros socorros, ações táticas em contato com o inimigo. No dia 8 de março, 50 militares concluíram o módulo.

A “Faca na Caveira” é o símbolo da tropa de Comandos do Brasil. A caveira simboliza a morte, sempre presente nas ações desse tipo; e a faca com lâmina vermelha é o sigilo de uma missão dos Comandos e o sangue derramado pelos combatentes. O fundo verde representa as matas do Brasil; e o negro é a noite escura, momento ideal para a execução de uma Ação de Comandos. Ao contrário do que possa aparecer, o símbolo, não significa a morte pura e simplesmente, mas sim a vitória da vida sobre a morte.

Conta a história que a “Faca na Caveira” se originou nos campos de batalha durante a Segunda Guerra Mundial. Uma equipe de Operações Especiais inglesa, conhecida como “Comandos”, que tinha por símbolo um punhal, após alcançarem um território inimigo, encontraram uma caveira, um dos símbolos utilizados pelos Nazistas. Nisso, um dos combatentes ingleses sacou o punhal e o cravou na parte de cima do crânio. Com esse gesto queria dizer que os Comandos ingleses que representavam a vida, estavam virando o jogo e vencendo a morte, representada pelo regime nazista de Hitler.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações e fotos do Centro de Instrução de Operações Especiais

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here