Acidente com A-29 Super Tucano da Força Aérea Afegã

blank

Google News

Um A-29B Super Tucano da Força Aérea Afegã (AAF) caiu após o mesmo apresentar falhas técnicas nesta quinta-feira (9). Os pilotos conseguiram se ejetar. Um dos pilotos era americano, enquanto a nacionalidade do segundo piloto não foi divulgada.

O piloto americano, que é instrutor no Afeganistão (USFOR-A) ficou ferido após a ejeção, enquanto o segundo não teve ferimentos. Ambos pilotos foram resgatados pelas equipes de resgate de prontidão.

A aeronave caiu no distrito de Doshi, por volta das 11h30 (horário local). Doshi está localizado na província de Baglan, nordeste do Afeganistão. Não foi revelado a natureza do voo, se estavam em missão real, treinamento ou voo de verificação.

No entanto, o site TheWarZone foi informado de que era uma missão de treinamento. Foi montado um voo de resgate no qual pelo menos dois Mi-17 e um Cessna 208 da AAF estavam envolvidos.

O A-29B faz parte do pacote de 25 aeronaves deste modelom encomendados e entregues ao governo afegão sob contrato de vendas militares estrangeiras (10 ainda são baseados no 81º FS na Moody AFB (GA) para treinamento). A aeronave pertencia à ala aérea de Cabul, com base no Aeroporto Internacional de Cabul.

O aeroporto também é conhecido como Aeroporto Internacional Hamid Karzai. A AAF depende muito dos contratados para manter suas aeronaves no ar. Este é o primeiro acidente do A-29B no Afeganistão. Nos EUA, a AAF perdeu seu primeiro A-29B (série 13-2015) durante um voo de treinamento em 6 de março de 2017.

  • Com informações do site Scramble Magazine; Crédito da foto: AAF
  • Tradução e Adaptação: DefesaTV


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba em seu e-mail as últimas notícias do DefesaTV, é de graça!

Assista nosso último episódio: