Acidente com aeronave E-2D Hawkeye no porta-aviões USS Abraham Lincoln

Segundo o site Navy Times, uma aeronave E-2D Hawkeye de vigilância, foi pivô de um acidente ao pousar no porta-aviões USS Abraham Lincoln (CVN-72), na região do mar Arábico.

O acidente ocorreu quando a aeronave de vigilância perdeu o cabo de desaceleração durante sua tentativa de pouso e com isso danificou quatro caças F/A-18 E/F Super Hornets.

O cabo de desaceleração é o sistema utilizado para frear a aeronave no convés dos porta-aviões. Após perder o cabo, a aeronave foi obrigada a retornar e a fazer uma nova tentativa de pouso, contudo, ao longo do caminho, a aeronave atingiu outros aviões que estavam no convés.

A aeronave “teve um leve contato” com dois F/A-18 E/F Super Hornets, mas os destroços do impacto danificaram outros dois caças que estavam próximos, afirmou o porta-voz da 5ª Frota dos EUA, comandante Joshua Frey.

“O avião que estava pousando foi desviado e chegou em segurança ao local de desvio. Ninguém ficou ferido”, afirmou o comandante da 5ª Frota. “Todas as aeronaves envolvidas estão sendo reparadas para que voltem a estar prontas para a missão.

No entanto, a ocorrência foi classificada como um acidente de Classe A, que envolve danos superiores a US$ 2 milhões (R$ 8 milhões), conforme explicou o site Military.com. Esse foi o oitavo acidente de Classe A sofrido pela U.S Navy desde o início de outubro de 2018.

Segundo as informações do Departamento de Defesa dos EUA, o custo de um F/A-18 E/F Super Hornet atinge US$ 70,5 milhões (R$ 280 milhões).



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below