Acidente durante exercício militar leva a morte paraquedista português

Durante o exercício conjunto Real Thaw 2019, um paraquedista do Exército português sofreu acidente quando o sistema de abertura de seu paraquedas falhou, durante um salto livre operacional (SLO), na última sexta-feira (27), na Base Aérea de Beja.

O Real Thaw 2019 começou no dia 22 de setembro e termina dia 04 de Outubro. Envolve-se neste exercício militares da Força Aérea, Marinha e Exército e de países como a Dinamarca, Espanha, França, Holanda, EUA e OTAN. No total estão envolvidos 600 participantes e 21 aeronaves.

O objetivo do exercício é avaliar e certificar a capacidade operacional da Força Aérea, proporcionando treinamento conjunto (vários ramos) e combinado (diferentes países) multinacional.

O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa apresentou “seus sentimentos” à família do militar morto. O Exército português, disponibilizou apoio psicológico à família do sargento paraquedista, e abriu uma sindicância para descobri as causas e sobre quais circunstâncias em que ocorreu este acidente.

“Foi com enorme consternação que tomei conhecimento do falecimento de um militar do Regimento de Paraquedistas. Associo-me a este grande desgosto, apresentando as minhas mais sentidas condolências aos familiares deste militar do Exército, que pereceu ao serviço de Portugal”, conforme nota publicada no site da Presidência.

“Quero igualmente manifestar o meu pesar e solidariedade a todos aqueles que sentem com maior dor a perda súbita deste seu camarada e amigo, em particular todos os paraquedistas”, conclui a nota do Presidente da República.

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, também endereçou condolências “à família enlutada, ao Exército, à família militar e aos amigos”.

  • Com informações do site O País (PT)


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below