Ações da Força Nacional de Segurança Pública – José Ananias Duarte Frota- Cel BM R1 (ESG-CAEPE)

blank

Ações da Força Nacional de Segurança Pública

            José Ananias Duarte Frota- Cel BM R1 (ESG-CAEPE)

“A liderança é resolver problemas. O dia em que os soldados pararem de trazer-lhes os seus problemas é o dia em que terás parado de liderar. Ou eles perderam a confiança que você pode ajudar ou concluíram que você não se importa.”

                  (Autor Desconhecido)

blank

Cel PMCE Aginaldo Diretor da Força Nacional de Segurança Pública

Força Nacional segue na Operação Verde Brasil II

Fiscalização

Ações visam combater o desmatamento ilegal e a garimpagem

A Operação Verde Brasil II, deflagrada pelo governo federal no dia 11 de maio, segue na fiscalização de atividades ilegais na Amazônia Legal. Atuando nos estados do Pará, Rondônia e Mato Grosso, a Força Nacional trabalha nas ações conjuntas com as Forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ibama, ICMBio, Abin e Censipam, tendo como principais focos o desmatamento ilegal, incêndios florestais e a garimpagem.

No Pará, o efetivo está distribuído nas cidades de Marabá, Itaituba e Altamira, realizando operações de barreiras em conjunto com a Polícia Federal, além da verificação de garimpos ilegais e algumas áreas de desmatamento fiscalizadas pelo Ibama. Essas atividades são realizadas diariamente nas três cidades.

Em Rondônia, as equipes atuam em conjunto com o Exército Brasileiro, em operações de escolta e fiscalização de madeireiras. No Mato Grosso, as ações são de verificação de denúncias de desmatamento em áreas de preservação ambiental e fiscalização de madeireiras.

blank

Fronteira Segura/PR apreende drogas e contrabando

Movimentação de traficantes e contrabandistas é intensa na fronteira com o Paraguai

Força Nacional, Polícia Federal e Receita Federal intensificam, cada vez mais, a fiscalização na fronteira Brasil/Paraguai. Essa semana, as equipes realizaram grandes apreensões de drogas e contrabando. Na terça-feira (2), durante patrulhamento de rotina no Rio Paraná, equipes de militares da Força Nacional, em apoio ao Núcleo Especial de Polícia Marítima da PF e Exército Brasileiro, realizaram a apreensão de grande quantidade de produtos eletrônicos e caixas de cigarro, na localidade conhecida como Porto do Queijo. O material foi encaminhado para a Receita Federal. Na quinta-feira (4), durante patrulhamento na barranca do Rio Paraná, em Foz do Iguaçu, as equipes policiais apreenderam mais produtos eletrônicos e pneus, encontrados nas localidades conhecidas como Porto do Ivo e Porto Escadinha. Durante a verificação, os possíveis proprietários das mercadorias evadiram-se para a mata e não foram localizados.  O material foi encaminhado para a Receita Federal.

Tráfico – Ainda na quinta-feira (4), durante patrulhamento de rotina na barranca do Rio Paraná, as equipes policiais apreenderam 11,6 kg de maconha e um tablete de 1,06 kg de cocaína, na localidade Porto da Escadinha. A droga estava acondicionada em mochilas transportadas por mulheres que adentraram no país por meio de embarcações que atracaram no porto clandestino. O material foi apreendido e três pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

Contrabando foi apreendido no Porto do Queijo como Eletrônicos e pneus apreendidos no Rio Paraná.

blank

Operação TI Cana Brava em ação

Extração ilegal de madeira é um dos grandes problemas da região

A Força Nacional está presente na Terra Indígena Cana Brava/Guajajara, em Jenipapo dos Vieiras, no Maranhão, desde dezembro de 2019 e vem atuando em apoio à Funai nas ações de segurança pública, garantindo a integridade física e moral dos povos indígenas e dos servidores da Funai. Além disso, atua no combate à extração ilegal de madeira dentro da reserva.

Na quinta-feira (4), as equipes realizaram a escolta de um caminhão, apreendido em dezembro do ano passado transportando madeira extraída ilegalmente da reserva, até a cidade de Grajaú.

O veículo tinha como destino a cidade de Imperatriz. Segundo o comandante da operação, 2º tenente PMPI Souza Torres, essa madeira foi apreendida durante operação conjunta com a Funai em dezembro do ano passado, resultando, ainda, na prisão de três indivíduos. “Essa operação teve como objetivo garantir a saída do caminhão da reserva com segurança, pois até Grajaú existem dois povoados onde residem madeireiros e eles poderiam tentar reaver o caminhão. Fizemos a escolta até Grajaú e de lá o caminhão seguiu viagem até Imperatriz”, explicou.

As 50 toras de madeira apreendidas com o caminhão foram distribuídas para os índios da reserva, que utilizam o material para confeccionar artesanato.

blank

Força Nacional no combate à COVID-19

Mobilizados auxiliam Forças Armadas em operação de descontaminação

Na quinta-feira (4), uma equipe composta por quatro mobilizados do Batalhão Escola de Pronto-Emprego participou de operação de descontaminação biológica no Ministério da Economia, de combate ao novo coronavírus. Em conjunto com uma equipe de Fuzileiros Navais, eles realizaram a desinfecção da parte comum de onze pavimentos do Ministério. Os militares estavam equipados com EPIs específicos para trabalhos com risco biológico e mochilas costais contendo solução de água e hipoclorito de sódio (água sanitária).

No fim do mês de abril, 60 militares mobilizados da Força Nacional participaram de instrução de padronização de procedimentos para as atividades de descontaminação e manutenção da segurança biológica de pessoal, material e ambientes para tropas não especializadas em defesa química, biológica, radiológica e nuclear, ministrada pelo Exército Brasileiro. O efetivo foi capacitado para realizar a atividade de descontaminação biológica voltada para o combate ao novo coronavírus e está pronto para atuar sempre que solicitado.

blank

A Delegacia da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra no Estado do Ceará e o Instituto CTEM + parabeniza o Esguiano, Cel PMCE Antônio Aginaldo de Oliveira, Diretor da Força Nacional de Segurança Pública, e sua eficiente equipe sempre fortalecendo o Poder Nacional e na defesa da comunidade.

Delegado da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra no Estado do Ceará e CTEM +

Esguiano é um diplomado de cursos da Escola Superior de Guerra.

Fonte: Boletim da Força, Nº 58. Sexta-feira, 5 de junho de 2020, SEÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E ASSISTÊNCIA/DFNSP