Aeronave russa sobrevoa espaço aéreo de Portugal no âmbito do tratado “Open Sky”

Decolando de Lisboa em direção ao arquipélago dos Açores, a aeronave militar russa, Tupolev 154, “executou uma série de fotografias sobre as ilhas”, confirmou em nota o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA) à Rádio Renascença.

Os voos foram realizados no âmbito do tratado de controle de armamento “Open Sky”, no qual Portugal é um dos países signatários. Está previsto que os países incluídos no tratado assinado pelos membros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa possam realizar voos de reconhecimento sobre os territórios de outros membros para recolher informações militares.

O objetivo do tratado é de se “melhorar à abertura e transparência facilitando assim a verificação de controle de armas (…) e contribuir para o desenvolvimento e o reforço da paz”.

“Como se pode constatar pelo espírito do Tratado, não são ações de vigilância mas missões de verificação e observação aérea, onde a postura dos militares da Federação Russa é extremamente profissional e não hostil”, explicou o gabinete do Estado-Maior-General das Forças Armadas à Rádio.

Foram feitos dois voos durante a estadia da comitiva russa, que chegou à capital portuguesa na segunda-feira (16) e parte dela retorna a Rússia nesta sexta-feira (20). Este é o número de voos que Portugal pode receber por ano. Desta forma, Portugal pode fazer o mesmo tipo de voo.

  • Com informações do site ZAP (PT)




Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below