Agência nuclear russa confirma explosão durante testes de foguete

Imagem atribuìda à explosão provàvel do mìssil 700/SS-N-19 ou 9M730 Burevestnik no dia de agosto. Imagem via Interfax.

A agência de energia nuclear da Rússia declarou que uma explosão que causou o aumento dos níveis de radiação na região de Arkhangelsk foi causada por um acidente durante um teste de uma “fonte de energia isotópica para um motor de foguete movido a líquido”.

Em um comunicado divulgado na noite de sexta-feira, a agência russa ROSATOM afirmou que cinco de seus funcionários morreram em decorrência do acidente e que outros três estavam sendo tratados por queimaduras.

A declaração foi a primeira confirmação de que a agência estava envolvida no incidente, que rapidamente levou a níveis de radiação até 20 vezes mais altos que os da cidade vizinha de Severodvinsk.

Até o presente momento da publicação dessa matéria, a Agência Russa ROSATOM não publicou mais nada além da confirmação do acidente e das condolências para as vìtimas. Declarações esparasa ocorreram através de midias sociais e da imprensa local. Print via redação OD Europe.

A descrição superficial do ROSATOM sobre o incidente dei indìcios que estava ocorrendo o teste do míssil de cruzeiro nuclear Burevestnik, mencionado durante um discurso de Vladimir Putin no ano passado. O 9M730 Burevestnik é um míssil experimental de cruzeiro nuclear, movido a energia nuclear, com capacidade de alcance ilimitado. O Burevestnik é uma das seis novas armas estratégicas russas reveladas pelo presidente russo Vladimir Putin em 1º de março de 2018.

Concepção artistica do mìssil Burevestnik, Nuclear Powered Cruise Missile. Imagem via Interfax.

O Ministério da Defesa da Rússia confirmou pela primeira vez a explosão na quinta-feira , dizendo que duas pessoas morreram e seis ficaram feridas em um teste fracassado de um motor de foguete movido a combustìvel líquido. Os feridos incluíam funcionários do ministério e contratados civis. Porém o informe foi apagado 24h depois.

A declaração pode indicar que três dos primeiros relatados como feridos morreram desde então. Apesar dos relatos de que os feridos foram transportados para Moscou para atendimento médico, nem seus nomes nem locais ou maiores detalhes foram confirmados.

A explosão causou o aumento dos níveis de radiação por cerca de meia hora na cidade de Severodvinsk, contradizendo o Ministério da Defesa alegando que não houve aumento nos níveis de radiação. As autoridades civis de Severodvinsk removeram uma declaração confirmando o aumento dos níveis de radiação em seu site, dizendo que o ministério estava administrando a resposta ao incidente.

Enquanto as autoridades locais pediam calma, os residentes em várias cidades estocavam iodo, que é freqüentemente usado para limitar os efeitos da exposição à radiação.

Explosão ocorreu na quinta dia 8 de agosto

A explosão ocorreu na quinta, dia 8 de agosto quando foi noticiado apenas que duas pessoas morreram e os níveis de radiação aumentaram depois que um motor de foguete explodiu durante um teste no norte da Rússia , levando as autoridades a fechar uma parte do Mar Branco em navios civis por um mês.

Os relatos de um aumento repentino nos níveis de radiação na cidade vizinha de Severodvinsk após a explosão contradizem declarações oficiais do Ministério da Defesa da Rússia de que todos os níveis de radiação na área permaneceram estáveis. O aumento nos níveis de radiação durou menos de uma hora, disseram autoridades locais.

Imagem via Google Maps via redação OD Europe.

A explosão ocorreu em uma área de testes militares na região de Arkhangelsk, onde especialistas estavam trabalhando em um motor a jato de combustível líquido, disse o Ministério da Defesa. Os feridos incluíam especialistas militares e engenheiros civis para o desenvolvedor do motor-foguete.

Alguns relatos da mídia estatal sugeriram que o incêndio ocorreu a bordo de um navio, enquanto o relato dos militares indicava que ocorria em terra. A Rússia mantém um véu de sigilo em torno de suas instalações militares na região, perto de onde sua frota do norte, incluindo submarinos nucleares, está estacionada. Severodvinsk abriga o principal estaleiro do país para construir e consertar submarinos nucleares.

O vice-chefe do porto de Arkhangelsk disse à agência de notícias Interfax que a Rússia fechou a área perto da explosão para navios civis por um mês. O fechamento pode indicar que há preocupações com contaminação ou que os militares da Rússia podem estar conduzindo missões na área como resultado do incidente. Um porta-voz do Ministério da Defesa não retornou imediatamente vários telefonemas em busca de comentários.

A Associated Press citou autoridades de emergência dizendo que os moradores da cidade nunca correram nenhum perigo, apesar de alertar todos os trabalhadores a permanecerem em ambientes fechados.

Os primeiros relatórios sugeriam que havia níveis elevados de radiação perto da cidade de Nyonoksa, onde há um local para testar mísseis balísticos transportados por submarinos nucleares da Rússia.

O Ministério da Defesa negou relatos de um aumento nos níveis de radiação, dizendo que os níveis estavam normais e que não havia “descargas nocivas na atmosfera”.

Imagem divugada via redes sociais de um HAZMAT team chegando ao local. Imagem via Interfax.

Esta semana, um incêndio em um depósito de munição militar na Sibéria forçou mais de 16.500 pessoas a evacuarem suas casas, enquanto os explosivos lançavam estilhaços mortais voando por quilômetros. O incêndio deixou uma pessoa morta e mais 13 feridos, e levou mais de 16 horas aos bombeiros para ser extinguido.

Com informações via INTERFAX, Agence France Press, Associated Press via recação Orbis Defense Europe.



1 COMENTÁRIO

  1. Estes russos malditos, queriam escravizar a população brasileira como fizeram na Venezuela, implantando o comunismo através do demônio lula e outros esquerdopatas endemoniados. Hoje o interesse pelo petróleo a preço irrisório na Venezuela faz com que não tirem as tropas Russas de lá, já em nosso país seriam os minerais raros e o futuro petróleo de Roraima que dizem ser uma reserva maior que a da Venezuela onde seremos o maior produtor do mundo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below