Alunos de Comunicação Social participam da Manobra Escolar 2018 no Estágio de Correspondentes de Assuntos Militares

Durante a Manobra Escolar 2018, realizada na Academia Militar das Agulhas Negras entre os dias 05 a 16 de novembro, alunos do curso de Comunicação Social da região Sul Fluminense, participaram do Estágio de Correspondentes de Assuntos Militares (ECAM), que tem como objetivo preparar os futuros profissionais para agir em cobertura de ações militares e ainda fornecer, aos mesmos, informações sobre o Exército Brasileiro.  O estágio dividiu-se em duas fases, sendo uma primeira de instruções básicas do meio militar e, uma segunda, em que os acadêmicos iniciaram atividades jornalísticas dentro de um contexto de guerra convencional.

O Manobrão, como é conhecido, é considerado uma das maiores operações militares, realizada pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército Brasileiro, onde visa-se treinar e capacitar os militares, homens e mulheres, das oito escolas do Exército Brasileiro espalhadas pelo país. Todos os anos a Manobra simula um cenário em que uma força atua para restaurar a paz em um continente, fazendo com que os instruendos militares participantes, coloquem em prática o ensinamento que tiveram na teoria. 

Na primeira fase, os acadêmicos receberam as seguintes instruções: Palestras sobre as operações militares realizadas e a relação mídia – exército – guerra. A parte prática não contou apenas com a cobertura do conflito e as entrevistas, os estudantes realizaram atividades de campo e ações de rotina militar, como almoçar a famosa ração operacional. A sobrevivência na selva foi um dos focos, onde os futuros jornalistas puderam aprender sobre confecção de abrigos, obtenção de água e fogo na mata, corrida de orientação, voos de helicóptero para reconhecimento de território e rapel e escalada.

Leia Mais: Departamento de Educação e Cultura do Exército promoveu a Manobra Escolar 2018

Na segunda fase, os acadêmicos foram inseridos como jornalistas no contexto da Manobra Escolar propriamente dita. O estágio proporciona a oportunidade de interação dos acadêmicos com o Exército Brasileiro e, também, a prática de procedimentos adequados à cobertura jornalística em Área de Conflito, possibilitando aos mesmos exercitar os conhecimentos gerais auferidos na graduação, acrescidos dos específicos referentes a assuntos militares.

Foi uma verdadeira demonstração de comprometimento e entusiasmo profissional desses futuros profissionais da área jornalística. Em cada atividade desenvolvida percebeu-se a vibração e o sentimento de conquista por cada obstáculo transposto. Os acadêmicos superaram seus medos, limitações e bloqueios internos, além de desenvolverem conceitos atitudinais como confiança, espírito de corpo, camaradagem e coragem.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below