Alunos do Instituto Militar de Engenharia realizam visita de instrução ao Centro de Avaliações do Exército

O objetivo da visita foi de apresentar aos alunos o CAEx, proporcionando contato com as instalações, peculiaridades, possibilidades, equipamentos e métodos de teste

blank

O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) – “Campo de Provas da Marambaia/1948” – recebeu, em 26 de novembro, a visita de instrução dos alunos do quarto ano da Seção de Engenharia Elétrica do Instituto Militar de Engenharia (IME).

O evento foi conduzido pelo General de Brigada Carlos Eduardo da Mota Góes, Chefe do CAEx, e apresentado pelo Coronel Marcello Menezes Eifler, Chefe da Divisão de Avaliação de Material (DAM) do CAEx.

blankA finalidade foi apresentar a organização militar (OM) aos alunos, proporcionar-lhes contato com as instalações, peculiaridades, possibilidades, equipamentos, métodos de teste, materiais sob avaliação e projetos em desenvolvimento e permitir aos futuros oficiais do Quadro de Engenheiros Militares maior contato com as atividades de Teste e Avaliação (T&A) do CAEx.

A Seção de Engenharia Elétrica do IME se fez representar por alunos do Curso de Engenharia de Comunicações, do Curso de Engenharia Elétrica e do Curso de Engenharia Eletrônica, que foram recebidos no Pavilhão da Chefia e assistiram a uma apresentação institucional do CAEx, seguida de debates.

blankPosteriormente, houve visita e apresentação da Linha IV, área com características únicas, vocacionada para ensaios com mísseis e foguetes de longo alcance, até a distância de 80 km, e que permite a instrumentação para a verificação de parâmetros de voo, inclusive de Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP).

Na sequência, foi realizada visita aos laboratórios de Metrologia, Ensaios Ambientais e de Eletrônica e Comunicações, seguida de compartilhamento de experiências de Teste e Avaliação (T&A) de Sistemas e Materiais de Emprego Militar e Produtos Controlados pelo Exército (PCE) e de apresentação sobre o Sistema Transportável de Rastreio de Engenhos em Voo (STREV) e sobre a futura Subseção de Rastreio de Engenhos em Voo, que será responsável pela operação e manutenção do STREV.

Fonte: CAEx