Após 30 anos do primeiro voo do Yak-141, Ministério da Defesa da Rússia estuda desenvolver caça VSTOL

Projetar um caça moderno não é uma tarefa fácil, principalmente quando é preciso decolar e pousar na vertical, como um helicóptero. Assim aconteceu com o Yak-141, um caça revolucionário nesta classe, realizando seu primeiro voo no dia 13 de junho de 1990.

Baseando-se na capacidade da aeronave soviética, o Ministério da Defesa russo pretende desenvolver, até 2027, um novo caça capaz de decolar e pousar da vertical (VSTOL), conforme o vice-premiê russo Yuri Borisov.

Esta não é uma decisão surpreendente, visto que, entre todos os fabricantes de aviões militares soviéticos, a Yakolev foi precisamente a empresa que mais trabalhou neste âmbito e criou, entre outras aeronaves, os Yak-36 e Yak-38.

O Yak-141, um caça supersônico, tinha como principal missão a defesa aérea de grupos de porta-aviões, bem como alcançar a superioridade aérea, eliminar alvos terrestres e navais. A aeronave era dotada de três motores: um principal e dois menores, utilizados para a decolagem e o pouso na vertical.

Além disso, o caça contava com diversos lemes a jato, semelhantes aos utilizados em naves espaciais, espalhados pela fuselagem e nas pontas das asas. Estes lemes garantiam a estabilidade quando o Yak-141 pairava no ar.

Entretanto, em outubro de 1991, o protótipo do avião sofreu um acidente que, juntamente com a crise econômica, contribuiu para o fim do programa. Apesar disso, o projeto deu grande contribuição no desenvolvimento de aeronaves com empuxo vetorial.

Uma prova disso é que a configuração geral do novo caça F-35B, bem como o projeto principal, são os mesmos do Yak-141.

De fato, há diversos relatos de que a Lockheed Martin, fabricante do caça norte-americano de quinta geração, obteve parte da documentação técnica do Yak-141 nos anos 90.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail