Após dois anos, comandante da Aeronáutica faz um balanço de seu comando

Período foi marcado por grandes ações e atividades em prol da sociedade e do desenvolvimento da Força Aérea

Google News

A data de 4 de janeiro de 2021 marcou o segundo ano de comando do, tenente-brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, frente à Força Aérea Brasileira (FAB).

“Um dia para renovar o compromisso de continuar trabalhando, firme e confiante, para bem cumprir nossa missão constitucional e melhor servir ao nosso País”, destacou o Comandante da Aeronáutica.

Sob sua responsabilidade e de seus comandados está a área designada como Dimensão 22, que corresponde a 22 milhões de km² onde a FAB atua por meio das ações de Controlar, Defender e Integrar o território nacional.

São mais de 70 mil militares e civis que vestem as cores da FAB e cumprem suas missões diuturnamente à frente de seu Comando.

Balanço

Os dois primeiros anos de Comando foram marcados por ações e atividades importantes para a sociedade brasileira e para o desenvolvimento da Força Aérea.

Entre os principais destaques do segundo ano de Comando, está a atuação da FAB no combate ao novo Coronavírus, durante a Operação COVID-19, coordenada pelo Ministério da Defesa e que envolve militares por todo o Brasil em apoio à população.

Logo no início da pandemia do novo Coronavírus, a Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, mobilizou militares e aeronaves da FAB para trazer brasileiros e familiares da China para casa.

As ações envolveram, ainda, Transporte Aéreo Logístico de medicamentos, equipamentos de saúde e pessoal; descontaminação de espaços públicos; doações de sangue; além de distribuição de kits de alimentos para pessoas de baixa renda, entre outras.

O Aprimoramento da Reestruturação do Comando da Aeronáutica também foi iniciada em 2020 e tem resgatado a referência e a representatividade do Comando da Aeronáutica (COMAER) no nível regional, além de separar efetivamente as atividades operacionais das administrativas nas Organizações da Força Aérea.

Em junho, uma cerimônia marcou a inauguração das instalações do Centro de Operações Espaciais (COPE) em Brasília (DF). Já em agosto, outra atividade pontuou uma nova era tecnológica para a FAB: a inauguração da Estação Radar de Corumbá (MS), aprimorando o controle dos tráfegos que voam na região de fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia.

Também em agosto, o KC-390 Millennium participou da missão de Assistência Humanitária à República Libanesa, quando realizou pela primeira vez uma missão internacional tripulado apenas por militares da FAB, transportando cerca de seis toneladas de medicamentos, alimentos e equipamentos de saúde para o atendimento emergencial às famílias afetadas. Em 2020, houve, ainda, o primeiro voo em espaço aéreo brasileiro do F-39E Gripen, no mês de setembro, no trajeto entre Navegantes (SC) e Gavião Peixoto (SP). A apresentação oficial do novo multimissão foi realizada durante a solenidade do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira em 23 de outubro.

No último mês a FAB recebeu o quarto avião de transporte multimissão FAB 2856 KC-390 Millennium. Também em dezembro, a Força Aérea recebeu a terceira aeronave SC-105 Amazonas SAR.

O vetor com a matrícula FAB 6552 é o último dos três adquiridos pelo Projeto CL-X2, o qual visou a substituição dos antigos SC-95 Bandeirante.

“Por mais desafiador que tenha sido 2020, nosso efetivo trabalhou arduamente no ano que passou e merece todo o reconhecimento por ter enfrentado todos os desafios com muito profissionalismo e comprometimento”, comentou o Comandante sobre o período.

  • Com informações do Cecomsaer, Fotos: Sargento Johnson Barros, Bruno Batista; Soldados Wilhan Campos e Thallys Amorim /CECOMSAER


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: