Ataque da Turquia deixa 2 soldados franceses gravemente feridos e silêncio do governo francês

Após o fogo de artilharia do exército turco e dos grupos jihadistas que ocorreram por volta das 22h desta noite, dois membros das forças especiais francesas foram gravemente feridos na área de Ras al-Aïn. Alguns grupamentos de Forças Especiais da França ainda permanecem a região como observadores junto aos curdos e efetuando a segurança de jornalistas franceses, depois de ajudar no treinamento de diversas unidades militares dos mesmos.

O ataque ocorreu na mesma região onde no domingo pela manhã um comboio de civis e jornalistas foi atacado, causando a morte de 20 civis e um nùmero ainda não confirmado de jornalistas, sendo que dois jornalistas franceses da France 3 foram feridos.

Após o bombardeio de artilharia e morteiros do exército turco, um helicóptero da coalizão internacional sobrevoou a área, enquanto um segundo recuperou os feridos que foram levados às pressas para o Hospital Kobane. De acordo com testemunhos de observadores, o helicòptero francês efetuou disparos para dar cobertura ao resgate efetuado pelo outro helicòptero francês que evacuou os feridos do local para uma base segura.

Segundo fontes locais que ainda não foram confirmadas, as forças especiais francesas responderam ao ataque do exército turco para sua autodefesa, mas de forma leve, apenas para cobrir oa operação de resgate dos feridos e por enquanto não existem maiores informações oficiais da comunicação social das Forças Armadas da França.

Desde o finam de semana, tropas dos EUA também foram atacadas por fogo de artilharia das forças turcas na região, que prometeram moderação nas ações inicialmente declaradas como caça à terroristas do ISIS mas que se transformou em uma verdadeira invasão dos territoiros curdos na Sìria e caçada indiscriminada contra populações de diversas etnias não turcas e ataques contra posições de forças da coalisão internacional que ainda operam na região.

Com informações France 3, Radio France 24 e SANA Syria via redação Orbis Defense Europe.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below