Ataques aéreos russos destroem postos avançados turcos na Síria

Aeronaves como o Sukoi SU-34 estão entre os equipamentos mais usados nos ataques recentes efetuados pelas Forças Aeroespaciais Russas na Siria. Imagem ilustrativa via Russian MoD.

Em 23 de fevereiro, uma série de ataques aéreos russos atingiu os arredores dos “postos de observação” das forças turcas na região do Grande Idlib.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (SOHR), os postos estão localizados no campo de Almastumah, a 6 km ao sul do centro da cidade de Idlib e perto da cidade de Shir Mughar, no noroeste de Hama.

A base avançada de Al-Mastumah é uma das muitas posições estabelecidas pelos militares turcos no início deste mês, enquanto a base/posto de Shir Mughar foi estabelecido no ano passado sob o acordo de Sochi.

Nenhuma vítima turca foi registrada como resultado dos ataques aéreos russos. No entanto, os equipamentos utilizados pela Turquia foram destruído.

Dezenas de outros ataques aéreos russos e sírios atingiram várias áreas no interior de Idlib, incluindo as cidades de Kafr Nabl, Hizareen, Bsakla, Kafar Sijnah, Kansafra e Ehsim.

Esses ataques aéreos intensos ocorrem em meio a relatos de uma operação militar em larga escala pelo Exército Árabe da Síria (SAA). A operação terá como alvo as áreas mantidas por militantes restantes ao sul da rodovia M4, que liga Aleppo à cidade costeira de Lattakia.

  • Com informações do Observatório Sírio para os Direitos Humanos (SOHR), North Press Agency (NPA) e STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe