Ataques de Israel na Síria: Novas imagens de satélite mostram um dos alvos recentes

blank
Arte via redação OD com foto via IDF.

Em 17 de fevereiro, a Aurora Intel no Twitter compartilhou imagens de satélite, revelando o alvo dos recentes ataques israelenses na Síria. Porém é interessante salientar que a IDF não divulgou nenhuma informação oficial sobre os acontecimentos.

Os ataques ocorridas no início de 15 de fevereiro, destruíram um grande armazém localizado entre a rodovia Damasco-Beirute e o subúrbio de Qudssaya, ao sul da capital síria. Ainda não está claro se o armazém foi o único alvo dos ataques.

Várias fontes afirmaram que o armazém visado era propriedade da 4ª Divisão do Exército Árabe Sírio . Porém os fatos ainda não foram verificados de maneira mais profunda por outros meios de análise independentes.

Durante o ataque aéreo israelense, a Força de Defesa Aérea da Síria interceptou uma série de mísseis, de acordo com a Agência de Notícias Árabe da Síria.

Os militares israelenses atacam a Síria regularmente. Em 3 de fevereiro, uma série de ataques israelenses atingiu a região sul do país. O Aeroporto Internacional de Damasco foi o principal alvo .

No ataque mais recente, diversos alvos nas àreas urbanas de Damasco foram atingidos em prédios que aparentemente são usados como alojamentos e centros administrativos iranianos na Síria.

Israel espera que seus repetidos ataques à Síria expulsem as forças iranianas do país. Isso ainda está para acontecer. Na verdade, as ações hostis de Tel Aviv trouxeram Damasco e Teerã mais perto do que nunca.

De acordo com as alegações de várias fontes, os ataques israelenses visam:

  • Aeroporto Internacional de Damasco;
  • Aeroporto Militar de Mezzeh;
  • Base do Exército Árabe Sírio perto do distrito de Kiswah;
  • Uma série de locais militares em Daraa e al-Quneitra.

Essas alegações ainda não foram verificadas por uma fonte confiável. O Aeroporto Internacional de Damasco foi atacado por militares israelenses em várias ocasiões antes.

Esses ataques faziam parte da campanha não-oficial de Israel “Guerra Entre-Guerras”, que aumentou após a eclosão da guerra na Síria em 2011. A campanha tem como objetivo empurrar o Irã e seus aliados para fora da Síria, bem como impedi-los de se desenvolver suas capacidades ofensivas.

As Forças de Defesa Aérea Árabes da Síria interceptaram vários mísseis hostis. A Syrian Arab News Agency compartilhou vídeos mostrando algumas interceptações bem-sucedidas na capital, Damasco:

  • Com informações SANA Syria, Aurora Intel e STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.

Comments are closed.