BAE Systems assina contrato com a Marinha dos Estados Unidos para modernizar o USS San Diego

As atividades de manutenção e modernização, devem ser realizadas ao longo de um ano, e está programada para iniciar em setembro de 2021 no estaleiro da BAE Systems em San Diego.

blank
Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Daniel M. Young/Released)

A Marinha dos Estados Unidos assinou contrato no valor de US$ 90,2 milhões com a empresa BAE Systems, para a manutenção e modernização de seu navio doca de transporte anfíbio da Classe San Antonio, o USS San Diego (LPD 22).

Como parte do contrato de disponibilidade restrita selecionada o valor total pode chegar na casa de US$ 104,8 milhões. No contrato a BAE Systems foi encarregada de: Realizar docagem seca da embarcação, para trabalhos no casco subaquático; reparar seu sistema de tanques de lastro; preservar sua área de convés de poço anfíbio; e reformar os espaços de convivência para até 800 pessoas.

“O próximo projeto USS San Diego é um grande evento na vida útil do navio, expandindo sua capacidade de executar uma ampla gama de missões navais por muitos anos”, disse o vice-presidente e gerente geral da BAE Systems San Diego Ship Repair, David Thomas Jr.

blank“Nossa equipe de funcionários, subcontratados e pessoal da Marinha espera levar o USS San Diego à sua próxima fase de preparação da frota. Também reconhecemos a oportunidade única e especial de trabalhar a bordo de um navio que leva o nome de nossa cidade”, explicou.

O USS San Diego , comissionado em maio de 2012, é o sexto de 11 navios ativos da classe San Antonio. As embarcações da classe San Antonio transportam a ‘tríade de mobilidade’ do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, incluindo veículos anfíbios avançados de assalto (AAAVs), embarcações de desembarque sobre colchão de ar (LCAC), e aeronaves MV-22 Osprey.