Base americana no Iraque é atacada com foguetes

A base aérea de Ain al Assad, oeste do Iraque, foi atacada por foguetes na noite desta terça-feira (7). O local é onde estão estacionadas tropas dos Estados Unidos e foi atingido por pelo menos nove foguestes, noticiou à AFP uma fonte de segurança.

A TV Estatal do Irã reportou que a Guarda Revolucionária do Irã lançou um ataque de míssil à base militar, sem dar maiores detalhes. O ataque ocorre após grupos armados pró-Irã prometerem unir forças para responder ao ataque de um drone americano que na sexta-feira (3) matou o general iraniano Qasem Soleimani, e o líder militar iraquiano Abu Mahdi al Muhandis, em Bagdá.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os americanos estão “preparados para qualquer retaliação do Irã” e que o país persa “deve sofrer as consequências” se atacasse os Estados Unidos.

“Nós salvamos muitas vidas”, afirmou o líder da Casa Branca, em referência à operação americana no Iraque que matou o general Qassim Soleimani na semana passada. Em conversa com repórteres na Casa Branca, o republicano também disse que “em algum momento as tropas americanas devem deixar o Iraque, mas não agora”.

Trump afirmou desconhecer uma carta enviada por engano ontem a autoridades iraquianas. O documento dizia que os EUA estavam “reposicionando forças” para sair de solo iraquiano, mas a ação foi negada posteriormente pelo secretário de defesa americano, Mark Esper.

  • Com agências internacionais




Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail