Batalhão de manutenção da Paz Chinês é aprovado na avaliação da UNMISS

O batalhão de infantaria de manutenção da paz Chinês está estacionado no Sudão do Sul, África Oriental, um dos países mais pobres e uma das áreas de missão mais perigosas do mundo

blank

O chefe da Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS), Ellen Margrethe Løj, realizou no dia 26 de março, avaliação multinacional as tropas do 7º Batalhão de Infantaria de Manutenção da Paz chinês, no Sudão do Sul (Juba), e fez avaliação abrangente da preparação das tropas para a guerra.

Sendo o único contingente de combate completamente formado atualmente implantado no exterior pela China, o batalhão de infantaria de manutenção da paz está estacionado no Sudão do Sul, África Oriental, um dos países mais pobres e uma das áreas de missão mais perigosas do mundo.

As forças de manutenção da paz chinesas foram altamente afirmadas pela UNMISS e amplamente elogiadas pela população local por seus excelentes esforços em missões desde o desdobramento, incluindo patrulha de longa / curta distância, escolta armada, ajuda humanitária e guarda de segurança da ONU em todos os climas e patrulhas com armas zona de exclusão.

blankA avaliação abrangente de dois dias enfocou nove aspectos envolvendo 95 itens, incluindo combate, inteligência, gestão de pessoal, coordenação civil-militar, logística, comunicação, etc.

blank

Sob o pano de fundo de uma grave pandemia e tensão política na área da missão, a avaliação da preparação para a guerra desta vez foi mais rigorosa. Foi um exame completo da capacidade do batalhão de cumprir as missões de paz com eficácia.

Nesta avaliação, os mantenedores de paz chineses foram muito elogiados pelo Setor Juba da UNMISS por seu meticuloso mecanismo de preparação para a guerra, força abrangente e excepcional capacidade de manejo de emergência e alta vigilância dos mantenedores da paz.

  • Com informações do site China Military Online
  • Tradução e Adaptação: DefesaTv

Comments are closed.