Bolha econômica e bolha financeira no mercado

Uma bolha econômica, bolha financeira ou bolha de mercado ocorre quando determinados ativos são comercializados em ampla escala a preços acima de seus valores reais, acontecendo o estouro, preços caem drasticamente e os investidores têm prejuízos.

Todas as bolhas modernas tem a presença de dívidas, onde as taxas de juros são reduzidas pelos bancos centrais. Em 2008 ocorreu a redução dos juros promovendo a expansão do crédito orquestrada pelo Banco Central Americano, direcionando a economia para o setor imobiliário.

O John Stuart Mill já alertava sobre o sobre a padronização na formação de bolhas especulativas em seu Principles of Political Economy, publicado em 1848. Há apenas 25 antes, a Inglaterra fora sacudida por uma intensa crise, fruto do estouro da bolha especulativa de bonds. Também na crise de 1720 (South Sea Bubble).

Em 1853 uma nova crise atingiu a Inglaterra e os Estados Unidos (Bolha das Ferrovias) e em 1873 a primeira crise financeira de reais contornos globais começou na Bolsa de Viena e se alastrou até Nova York, Buenos Aires e Rio de Janeiro.

A reforma da previdência como a tributária com a bolha especulativa grande investimentos diretos e indiretos, possuindo condições estruturais básicas (capital humano, infraestrutura, marcos regulatórios). A agentes econômicos com crédito e a economia crescem com uma gama mudanças estruturais importantes que podem causar os primeiros deslocamentos.

REFERÊNCIAS:

KINDLEBERGER, C. Manias, panics and crashes: a history of financial crisis. Hobboken: John Wiley & Sons, 2005.

bbc. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/geral-42418028 >. Acesso em: 16 jan. 2020.

infoescola. Disponível em: < https://www.infoescola.com/economia/bolha-economica/ >. Acesso em: 16 jan. 2020.





Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail