Bombardeiros B-52 sobrevoam mar da China Oriental

Photo: AFP

O site Asia Times publicou que, pelo menos dois bombardeiros B-52 teriam decolado da Base Aérea Andersen, em Guam, e sobrevoado parte do mar da China Oriental. Segundo relatos, os bombardeiros passaram por cima do estreito de Miyako, entre a ilha de Miyako e a ilha de Okinawa, antes de sobrevoar o mar da China Oriental, próximo da costa de Taiwan e de áreas reivindicadas pela China.

Durante a passagem os B-52 ativaram os sistemas de transmissão automática de vigilância, mostrando sua presença e rota de voo. Entretanto, o Ministério da Defesa de Taiwan não forneceu qualquer confirmação sobre a passagem dos bombardeiros estratégicos norte-americanos.

Em março, dois bombardeiros B-52H sobrevoaram o mar da China Oriental para realizar uma missão de “treinamento de integração” entre a Marinha dos EUA e a Força Aérea de Autodefesa do Japão.

No mês seguinte, dois bombardeiros B-52 teriam realizado sobrevoos de uma região controlada por Taiwan a 250 quilômetros da costa de Guangdong, província no sudeste da China.

A região possui muitas ilhas, recifes e baixios em áreas controladas pela China e reivindicadas por Vietnã, Taiwan, Camboja, Brunei e Filipinas. Além de uma grande quantidade de comércio marítimo internacional atravessar a região, também se acredita que contém grandes quantidades de petróleo e gás natural não explorados.

Os B-52 foram projetados e construídos pela Boeing e são operados pela Força Aérea dos EUA desde os anos 1950.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail