Bombardeiros da USAF são vistos perto de Taiwan

Aeronaves B1-B Lancer da USAF tem sido vistas em atividade no Pacifico, mas essa é a 1a vez que cehgam tão perto de Taiwam. Foto cortesia de Không quân Mỹ via Taiwam News.

Dois bombardeiros B-1B e dois aviões-tanques de reabastecimento aéreo foram detectados por monitoramento e também vistos por diversas testemunhas em terra, voando de Guam e se aproximando do nordeste de Taiwan no domingo (31 de maio). Estes são os primeiros bombardeiros B-1B avistados perto de Taiwan desde o anúncio de Trump em Hong Kong

No domingo (31 de maio), o usuário do Twitter Golf9, especializado em monitoramento de banda aérea, detecção de radar e detecção de aeronaves, informou que dois Lancers B-1B e dois Boeing KC-135 Stratotankers decolaram da Base Aérea de Andersen em Guam e voaram no mar da China Oriental, perto da região nordeste de Taiwan. As autoridades de Taiwan e da China ainda não emitiram uma resposta oficial à patrulha aérea dos bombardeiros.

Depois de reabastecer os bombardeiros, os dois aviões-tanque voltaram à base em Guam. Enquanto isso, os dois Lancers rumaram para o nordeste, sobrevoando o Pacífico Norte em uma rota de vôo com destino ao Alasca.

Os vôos foram os primeiros desde que o presidente Trump anunciou sexta-feira (29 de maio) que os EUA estão encerrando o status comercial especial de Hong Kong em resposta à nova lei draconiana de segurança da China dirigida ao território.

Ele também anunciou a retirada dos EUA da OMS, novas restrições para cidadãos chineses afiliados ao Exército de Libertação do Povo (PLA) estudando nos EUA e uma investigação sobre empresas chinesas listadas nos mercados financeiros dos EUA.

Espera-se para breve passagens de navios da U.S. Navy e até mesmo manobras na região para breve, de acordo com especulações de contatos politicos junto aos EUA.

  • Com informações do Taiwan News e AFP via redação Orbis Defense Europe.




Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail