Brasil e Chile fortalecem cooperação em matéria de defesa cibernética

blank

Os ministros das Relações Exteriores do Brasil e Chile, Ernesto Araújo e Teodoro Ribera, respectivamente, se comprometeram na última quarta-feira (31), durante reunião em Santiago, em fortalecer a cooperação em matéria de defesa cibernética.

O chanceler chileno disse aos jornalistas que as duas delegações abordaram, entre outras questões, a cooperação na questão da defesa cibernética “uma ameaça que a sociedade enfrenta atualmente”.

Segundo Ribera, a ideia é dar operabilidade à Declaração “de Intenção de Cooperação em Ciberdefesa”, que os ministros assinaram por ocasião da primeira sessão do “mecanismo 2+2” entre os dois países, realizada em Brasília, no ano passado.

A questão foi amplamente discutida nesta quarta nas dependências do Ministério das Relações Exteriores do Chile, onde a reunião foi realizada. Também entre outros assuntos abordados pelas delegações, destacaram a análise da situação política e estratégica global e regional, bem como as prioridades nessas áreas dos dois países da América do Sul.

As autoridades presentes destacaram a participação ativa do Chile e do Brasil nas operações de paz, onde destacaram o trabalho conjunto e de intercâmbio realizado pelos militares da Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (MINUSTAH).

As autoridades presentes também falaram sobre a cooperação antártica, tema sobre o qual a ampla agenda bilateral inclui questões de coordenação política, cooperação logística e colaboração científica.

  • Com informações da agência de notícias EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here