Brasil vai continuar no comando da Missão de Estabilização da ONU no Congo

O general de divisão Affonso da Costa é o quarto Oficial General brasileiro consecutivo nomeado à chefia da MONUSCO, a maior operação de paz em território africano, e vai chefiar tropas de 13 mil integrantes, de mais de 50 países.

blank

O general de divisão do Exército Brasileiro (EB), Affonso da Costa, foi nomeado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, para o cargo de Comandante da Força da Missão de Estabilização da ONU na República Democrática do Congo (MONUSCO).

O general é bacharel em Administração e realizou estudos de defesa nacional em Paris, na França. Ex-capacete-azul, serviu na Terceira Missão de Verificação da ONU em Angola (UNAVEM III) e como adido em representações brasileiras no Peru e na França.

Em 2019, foi nomeado Chefe do Comando de Operações Terrestres (COTER), coordenando o treinamento militar das tropas brasileiras e gerenciando a capacidade operacional e prontidão do efetivo terrestre do Brasil.

O general Affonso da Costa sucede no cargo ao general Costa Neves, que completou seu mandato em 31 de março de 2021 e a quem o Secretário-Geral agradeceu profundamente a importante contribuição e serviço à MONUSCO.

Comments are closed.