Caça SU-57 cai durante voo de teste o leste da Rússia; piloto ejetou e sobreviveu

Imagem ilustrativa. Foto de Tadeuz Popardowsky (Poland).

Um avião de caça Su-57 de quinta geração caiu em uma área florestal no Krai de Khabarovsk (região), no leste da Rússia, em 24 de dezembro. O piloto ejetou e não sofreu ferimentos. Ele foi evacuado por um helicóptero Mi-8 que o resgatou em poucos minutos seguido a queda.

O incidente aconteceu perto da cidade de Komsomolsk-on-Amur, a 111 km do aeroporto, durante os testes do fabricante. Segundo o serviço de imprensa do Distrito Militar Oriental, nenhuma das unidades militares da região possui caças Su-57 em serviço.

O incidente está sendo investigado por uma comissão especialmente estabelecida. O fator humano e um mau funcionamento técnico estão entre as principais versões em especulação.

O custo estimado de um único Su-57 serial é de aproximadamente 2 bilhões de rublos (US $ 32 milhões). Segundo relatos da mídia russa, o Su-57 acidentado pode ter sido um dos 10 jatos criados especialmente para vários testes de vôo.

Outras fontes afirmam que o Su-57 acidentado pode ter sido o primeiro Su-57 em série produzido para os militares russos. A primeira série Su-57 destinada a ser entregue às Forças Armadas Russas até o final de 2019. Se a entrega da primeira série Su-57 às Forças Armadas Russas for exibida, isso será a confirmação desta versão.

  • Com informações TASS e STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.