Caças F-35 e F-22 realizam teste de compartilhamento de dados através de uma aeronave U2

As aeronaves também puderam fornecer dados em tempo real aos operadores que estavam baseados em solo.

blank

Google News

Segundo o site Flight Global, a empresa Lockheed Martin, realizou testes de compartilhamento de dados com cinco caças F-35 e um F-22, que foram conectados a uma aeronave de reconhecimento U-2 Dragon Lady.

O teste utilizou uma carga útil de gateway de sistemas abertos a bordo do U-2 para conectar um F-22 a cinco F-35, compartilhando com êxito dados entre as aeronaves. A Agência de Defesa de Mísseis e a Força Aérea dos EUA alcançaram o marco como parte do trabalho conjunto realizado no Projeto Hydra.

blank“O Projeto Hydra marca a primeira vez que comunicações bidirecionais foram estabelecidas entre aeronaves de 5ª geração em voo, ao mesmo tempo em que compartilhavam dados operacionais e de sensores com operadores no solo para capacidade em tempo real […] Esta conectividade de nível seguinte reduz o tempo entre coleta de dados e decisão de minutos para segundos, o que é crítico no combate aos adversários atuais e às ameaças avançadas”, afirmou o vice-presidente e gerente geral da Lockheed Martin Skunk Works, Jeff Babione.

As unidades militares dos EUA estão tentando desenvolver maneiras de compartilharem informações entre eles, e entre diferentes equipamentos militares, pois acreditam que possam pensar melhor, manobrar mais rápido e depois dominar seus adversários.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: