Campo dos Afonsos: 100 anos da instrução militar na aviação brasileira

Durante a cerimônia pela FAB ocorreu o descerramento de placa comemorativa Foto: Sargento Bruno Batista/CECOMSAER

A exposição com o tema “Campo dos Afonsos – 100 anos da Instrução Militar na Aviação Brasileira” foi um dos eventos que marcaram as comemorações, neste mês, da inauguração da Escola de Aviação Militar, em 10 de julho de 1919, no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro. Criada pelo Decreto nº 13.451 de janeiro do mesmo ano, a escola contou, inicialmente, com o suporte técnico-profissional da Missão Militar Francesa.

Foto: Sargento Bruno Batista/CECOMSAER

Em publicação da própria UNIFA, intitulada A Aviação, os visitantes puderam conhecer sobre a história da primeira turma de oficiais aviadores militares brevetados (diplomado na escola de aviação) no Brasil. Os primeiros anos do desenvolvimento da aviação militar foram importantes para a formação tanto de aviadores, observadores aéreos, quanto mecânicos especialistas. Hoje, esse legado é transmitido na Academia da Força Aérea (AFA) e na Escola de Especialistas de Aeronáutica, e também nas Organizações de Aviação das Forças Armadas.

A exposição está na Universidade da Força Aérea – UNIFA, no Campo dos Afonsos, e apresenta vídeos, painéis temáticos, vitrines, publicações, maquetes e banners sobre o centenário. O acervo é resultado de estudo com fontes primárias, relatórios, avisos ministeriais, boletins, fotografias, além de publicações impressas dos regulamentos e periódicos da época.

Foto: Keven Cobalchini/ASCOM MD

No Campo dos Afonsos, o passado e o presente ainda se encontram em três hangares que ainda permanecem no campo de aviação. Apesar das adaptações, o conjunto arquitetônico não foi descaracterizado e tem o mesmo aspecto de 1919.

Comemorações das Forças

As Forças Armadas realizaram diversas ações alusivas aos 100 anos da instrução militar na aviação brasileira.

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou uma cerimônia militar no próprio Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ), presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, acompanhado do Comandante da Universidade da Força Aérea (UNIFA), Major-Brigadeiro do Ar José Isaias Augusto de Carvalho Neto. Também participaram integrantes do Alto-Comando da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, dentre outras autoridades civis e militares, e representantes do corpo diplomático da França.

Foto: Sargento Bruno Batista/CECOMSAER

O Comandante de Aviação do Exército, General de Brigada Carlos Waldyr Aguiar, presente ao evento, entregou uma moeda comemorativa ao Comandante da Aeronáutica. Para marcar o centenário, a Aviação do Exército também criou uma bolacha comemorativa para ser utilizada no macacão de voo, além da realização de diversos eventos pelo CAVEx durante este ano.

Na cerimônia da FAB, ainda, ocorreu o lançamento de selo personalizado e carimbo comemorativo. O selo apresenta os primeiros hangares do Campo dos Afonsos que serviram à Escola Brasileira de Aviação (EBA) em 1914, ao Aeroclube Brasileiro (AECB) em 1915, à Escola de Aviação Militar em 1919 e à Escola de Aeronáutica de 1941 a 1971. Há ainda a inscrição “100 anos da Instrução Militar na Aviação Brasileira”.

A UNIFA

Criada pelo Decreto no 88.749, de 26 de setembro de 1983, e prevista no Decreto nº 6.834, de 30 de abril de 2009, a UNIFA tem por missão: “promover o desenvolvimento da Ciência Aeroespacial e capacitar cultural e profissionalmente os militares e civis do COMAER, por intermédio das atividades de ensino, pesquisa e extensão universitária desenvolvidas em seu Campus”.

Com informações da UNIFA



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below