Capacitação para profissionais de saúde militares reinicia

O segundo treinamento para profissionais de saúde militares que tratam de pacientes com o novo coronavírus inicia nesta terça-feira (19). A capacitação ocorre em unidades de saúde militares de três regiões do País. A iniciativa da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desportos (SEPESD), do Ministério da Defesa, possibilita que fisioterapeutas, enfermeiros e médicos possam atuar, se necessário, em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) dos hospitais em que trabalham.

Os treinamentos, que iniciaram em 5 de maio, ocorrem até o fim do mês de maio para diferentes turmas. Com carga horária de 16 horas/aulas, ministradas em dois dias, é oferecido a 40 alunos por vez. No total, são 480 vagas distribuídas em três locais. O treinamento ocorre na capital federal, no Hospital das Forças Armadas, e em outras duas unidades nas regiões Sul e Sudeste.

Em Brasília, participam do treinamento duas enfermeiras, do Hospital Naval de Belém (HNBe) e três enfermeiros, além de uma fisioterapeuta, do Hospital Geral de Belém (HGeBe), situados na capital do Pará, além de militares da área de saúde do Distrito Federal e da capital de Goiás.

No Rio de Janeiro, a Escola de Saúde do Exército (EsSEx) receberá, além de profissionais de saúde de Unidades Militares da cidade, três médicos e três técnicos de enfermagem do Hospital Militar de Resende (HMR). De Minas Gerais, participam três médicos, três enfermeiros, dois fisioterapeutas e quatro técnicos de enfermagem do Hospital Geral de Juiz de Fora (HGeJF), dois médicos do Esquadrão de Saúde de Barbacena (ES-BQ) e dois médicos do Esquadrão de Saúde de Lagoa Santa (ES-LS).

Na Região Sul do País, o Ministério da Defesa designou o Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO), no Rio Grande do Sul, para ser o Centro de Treinamento. Lá, participam quatro médicos e um enfermeiro da Policlínica Naval de Rio Grande (PNRG), dois médicos, um enfermeiro e três técnicos de enfermagem do Hospital de Guarnição de Bagé (HGuBa), além de cinco enfermeiros e dois técnicos de enfermagem do Hospital Militar de Área de Porto Alegre (HMAPA), todas organizações militares do Rio Grande do Sul. De Santa Catarina, participam três médicos, dois enfermeiros, dois fisioterapeutas e quatro técnicos de enfermagem da equipe do Hospital de Guarnição de Florianópolis (HGuFL) e um médico do Esquadrão de Saúde de Florianópolis (ES-FL).

Os benefícios desse treinamento se estenderão não só às Organizações Militares, mas às cidades de origem dos profissionais, visto que resulta na multiplicação de conhecimento. A tenente Helen Cardoso Ferreira, enfermeira do Hospital Naval de Belém, que participará da atividade, destaca que, “neste momento crítico, temos que estar prontos para ajudar no que for necessário. Acima de tudo, trabalhamos para cuidar de pessoas e salvar vidas.”

Além dos procedimentos de cuidados intensivos, como operação de ventilador mecânico e intubação em pacientes portadores da doença, os profissionais da saúde também terão acesso a conhecimentos técnico-científicos sobre o novo coronavírus e o uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Para isso, contarão com equipamentos de simulação de alta tecnologia e com equipe especializada do Centro de Simulação Realística (CSR) do HFA.

De acordo com o Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto, General Manoel Luiz Pafiadache, a ideia principal é proporcionar aos hospitais que têm UTI as melhores condições para que consigam manter as suas equipes íntegras. “Estamos em guerra e é preciso planejamento. Precisamos ter profissionais da saúde treinados para que, em alguma eventualidade, possam substituir, emergencialmente, um profissional de UTI”, acrescentou o General.

O Secretário General Pafiadache ressalta que, em um primeiro momento, o treinamento é voltado para militares, mas, em breve, será disponibilizado também para profissionais civis, conforme a demanda e a disponibilidade de vagas nas turmas constituídas.

Por Maristella Marszalek

Fotos: divulgação Forças Armadas





Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail