Capital da Arábia Saudita sofre ataque de drones e mísseis dos rebeldes do Yemem

Imagem de uma explosão advinda de ataque de drone suicida em Riad. Imagem ilustrativa via BBC/Al Jazeera.

O movimento Ansar Allah realizou uma nova série de ataques à Arábia Saudita no âmbito de suas operações para se opor à intervenção do Iêmen liderada pelo Reino Saudita.
Em 25 de agosto, as forças iemenitas dispararam 10 mísseis balísticos de curto alcance contra bases militares no Aeroporto Internacional de Jizan em seu “maior” ataque com esses mísseis contra alvos na Arábia Saudita. A TV al-Masirah, do Iêmen, informou que os mísseis atingiram os hangares dos aviões militares sauditas e dos helicópteros de ataque Apache, além de algumas instalações militares na área.

No mesmo dia, Ansar Allah lançou um novo “míssil balístico”, batizado de Nakal, em uma reunião das forças armadas sauditas na província de Najran, no Reino. O general Yahya Sari, porta-voz das forças lideradas por Ansar Allah, disse que o novo míssil atingiu seu alvo, matando e ferindo “dezenas” de militares da coalizão.

Em 26 de agosto, Ansar Allah, pela primeira vez, usou um ataque do esquadrão do seu novo Sammad-3 para atingir um “importante alvo militar” na capital saudita de Riad. O general Sari disse que os drones atingiram o alvo designado com grande precisão, enfatizando que os ataques foram a resposta à agressão saudita contra o Iêmen.
Mais tarde, um míssil balístico Qassem de médio alcance atingiu posições de forças apoiadas pela Arábia Saudita na área de Saqam, na província de Narjan.

Em 27 de agosto, drones Qasef-2K demoraram para a Base Aérea King Khalid, na Arábia Saudita, na província de Asir. Todos esses fatos ocorreram em meio a contínuos conflitos na fronteira entre os combatentes de Ansar Allah e as forças lideradas pela Arábia Saudita. Ansar Allah divulga regularmente vídeos mostrando grandes perdas de equipamentos de tropas apoiadas pela coalizão na área.

Levando em conta uma recente brecha entre as forças apoiadas pela Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos no sul do Iêmen, parece que a coalizão está perdendo cada vez mais terreno no país devastado pela guerra e que a guerra está se movendo para o sul da Arábia Saudita.

Com informações SANA Syria, Arab News, Israel 24 via redação Orbis Defense Europe.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below