Causa do acidente com F-35 do Japão foi desorientação do piloto, conclui investigação

De acordo com a agência Kyodo, a causa do acidente do caça F-35A da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF) no oceano Pacífico, em abril foi desorientação do piloto, informa à agência. “O piloto ficou desorientado, nomeadamente, perdendo o controle da altitude e de sua posição”, revela o ministro da Defesa do Japão, Takeshi Iwaya, durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (10).

A conclusão foi feita com base na análise de informações do radar e registros das conversas entre pilotos dos caças que estavam realizando voo de treinamento com o avião que caiu.

Dados mostraram que o piloto não tentou se ejetar, o que indica que ele já estava desorientado antes de se acidentar. Os resultados da investigação foram publicados  durante a coletiva.

O ministro enfatizou que o governo não planeja abrir mão dos caças F-35A. “Pretendemos melhorar o treinamento para evitar que outros pilotos percam orientação espacial e fornecer explicações detalhadas aos moradores locais antes de tomar a decisão de reaver os voos”, destacou.

Um F-35A da Força Aérea de Autodefesa do Japão caiu no dia 9 de abril, e seus destroços foram encontrados perto da região de Aomori. O piloto foi dado como desaparecido.

No início de maio, um gravador digital de dados da aeronave foi achado e retirado do fundo do mar, mas estava muito danificado para que as gravações fossem ouvidas.

  • Com agências internacionais


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below