Centro de Avaliações do Exército recebe visita técnica da Indústria de Material Bélico do Brasil

O objetivo da visita, fora de apresentar à Diretoria e ao corpo de engenheiros da IMBEL as atividades de Teste e Avaliação executadas no CAEx

blank

O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) -”Campo de Provas da Marambaia/1948” recebeu no dia 12 de novembro, visita técnica de integrantes da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), cuja finalidade foi apresentar à Diretoria e ao corpo de engenheiros daquela empresa as atividades de Teste e Avaliação (T&A) executadas no CAEx.

O Diretor-Presidente da IMBEL, General de Divisão (R/1) Aderico Visconte Pardi Mattioli, foi recebido pelo Coronel Fernando Manoel Monteiro de Sá, que responde pela Chefia do CAEx, e as atividades foram conduzidas pelo Coronel Marcello Menezes Eifler, Chefe da Divisão de Avaliação de Material (DAM) desta Organização Militar (OM).

blankA relevância do evento se constituiu na oportunidade de reunir militares e civis do corpo de engenheiros do CAEx e da IMBEL, como parte do “Encontro de Engenheiros do Sistema de Ciência e Tecnologia do Exército”, ocorrido, também, no Instituto Militar de Engenharia (IME) e no Centro Tecnológico do Exército (CTEx), a fim de debater os pontos fortes e as oportunidades de inovação e melhoria de avaliação e de desempenho, com os meios existentes na IMBEL, e permitir conhecer os meios disponíveis, no CAEx, para ensaios e testes de desempenho de produtos.

Após a recepção, foi ministrada uma palestra pelo Chefe da DAM, da qual constaram os principais aspectos atinentes às atividades de T&A e, em seguida, um engenheiro responsável de cada Unidade de Produção (UP) da IMBEL proferiu palestra relativa à sua respectiva fábrica.

Logo após, a comitiva se deslocou para o Laboratório de Metrologia, que dispõe de pessoal especializado e equipamentos modernos para levantar parâmetros metrológicos de todos os Materiais de Emprego Militar (MEM) e Produtos Controlados pelo Exército (PCE) que são avaliados pelo CAEx, incluindo viaturas, armamento, munição, Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT) e materiais de proteção balística, e onde foi feita uma apresentação das principais atividades.

blankPosteriormente, a comitiva da IMBEL se deslocou até a Subseção de Testes de Viaturas (SSTVtr) e, depois, ao Laboratório Balístico, Linha IV, onde puderam verificar a área conhecida como “Casa Balística”, cuja finalidade é realizar ensaios com armamento e munição leve e materiais de proteção balística.

O local apresenta túneis balísticos, câmaras de ensaios ambientais, equipamentos para medição de parâmetros balísticos e toda estrutura necessária para uma ampla gama de avaliações específicas, inclusive para realizar ensaios em materiais de segurança de uso civil, como blindagens de carros de passeio e coletes a prova de balas.

Ao final do evento, o General Mattioli ressaltou a importância da participação do CAEx no processo de T&A, que impulsiona o braço fabril do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx), sob responsabilidade do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), no qual a IMBEL assume relevante papel, como fomentadora da Base Industrial de Defesa (BID), e também ressaltou a participação da Indústria no Sistema Logístico Militar Terrestre, sob responsabilidade e atribuição do Comando Logístico (COLOG).

  • Fonte: CAEx