Centro de Avaliações do Exército recebe visita técnica da Indústria de Material Bélico do Brasil

O objetivo da visita, fora de apresentar à Diretoria e ao corpo de engenheiros da IMBEL as atividades de Teste e Avaliação executadas no CAEx

O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) -”Campo de Provas da Marambaia/1948” recebeu no dia 12 de novembro, visita técnica de integrantes da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), cuja finalidade foi apresentar à Diretoria e ao corpo de engenheiros daquela empresa as atividades de Teste e Avaliação (T&A) executadas no CAEx.

O Diretor-Presidente da IMBEL, General de Divisão (R/1) Aderico Visconte Pardi Mattioli, foi recebido pelo Coronel Fernando Manoel Monteiro de Sá, que responde pela Chefia do CAEx, e as atividades foram conduzidas pelo Coronel Marcello Menezes Eifler, Chefe da Divisão de Avaliação de Material (DAM) desta Organização Militar (OM).

A relevância do evento se constituiu na oportunidade de reunir militares e civis do corpo de engenheiros do CAEx e da IMBEL, como parte do “Encontro de Engenheiros do Sistema de Ciência e Tecnologia do Exército”, ocorrido, também, no Instituto Militar de Engenharia (IME) e no Centro Tecnológico do Exército (CTEx), a fim de debater os pontos fortes e as oportunidades de inovação e melhoria de avaliação e de desempenho, com os meios existentes na IMBEL, e permitir conhecer os meios disponíveis, no CAEx, para ensaios e testes de desempenho de produtos.

Após a recepção, foi ministrada uma palestra pelo Chefe da DAM, da qual constaram os principais aspectos atinentes às atividades de T&A e, em seguida, um engenheiro responsável de cada Unidade de Produção (UP) da IMBEL proferiu palestra relativa à sua respectiva fábrica.

Logo após, a comitiva se deslocou para o Laboratório de Metrologia, que dispõe de pessoal especializado e equipamentos modernos para levantar parâmetros metrológicos de todos os Materiais de Emprego Militar (MEM) e Produtos Controlados pelo Exército (PCE) que são avaliados pelo CAEx, incluindo viaturas, armamento, munição, Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT) e materiais de proteção balística, e onde foi feita uma apresentação das principais atividades.

Posteriormente, a comitiva da IMBEL se deslocou até a Subseção de Testes de Viaturas (SSTVtr) e, depois, ao Laboratório Balístico, Linha IV, onde puderam verificar a área conhecida como “Casa Balística”, cuja finalidade é realizar ensaios com armamento e munição leve e materiais de proteção balística.

O local apresenta túneis balísticos, câmaras de ensaios ambientais, equipamentos para medição de parâmetros balísticos e toda estrutura necessária para uma ampla gama de avaliações específicas, inclusive para realizar ensaios em materiais de segurança de uso civil, como blindagens de carros de passeio e coletes a prova de balas.

Ao final do evento, o General Mattioli ressaltou a importância da participação do CAEx no processo de T&A, que impulsiona o braço fabril do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx), sob responsabilidade do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), no qual a IMBEL assume relevante papel, como fomentadora da Base Industrial de Defesa (BID), e também ressaltou a participação da Indústria no Sistema Logístico Militar Terrestre, sob responsabilidade e atribuição do Comando Logístico (COLOG).

  • Fonte: CAEx


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: