Centro de Instrução de Operações no Pantanal inicia estágio de formação de novos combatentes pantaneiros

blank

Na madrugada de 31 de agosto, o Centro de Instrução de Operações no Pantanal, localizado nas instalações do 17º Batalhão de Fronteira (17º B Fron), deu início a mais um Estágio de Operações no Pantanal (EOPan) para sargentos do Comando Militar do Oeste (CMO) e cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras. O cerimonial de abertura ocorreu no Forte Junqueira, marcando o início de uma nova jornada, que terá a duração de quatro semanas em ambiente pantaneiro. O EOPan 2020/1 também conta com a participação de duas militares.

Todas as atividades do estágio cumprem rigorosamente as diretrizes relativas à prevenção de proliferação do coronavírus no âmbito do Exército Brasileiro, destacando-se a realização de teste sorológico para COVID-19 em todos os estagiários e instrutores, por ocasião do início de cada fase do estágio.

O EOPan possui a duração de quatro semanas divididas em 572 horas de instrução e em três fases distintas. A 1ª fase, denominada Vida no Pantanal, tem as instruções voltadas para a sobrevivência em ambiente pantaneiro. Na 2ª Fase, de Técnicas Especiais, são ministradas instruções de comunicações, orientação, tiro, técnicas fluviais e aeromóveis. A 3ª Fase destina-se às operações em ambiente pantaneiro, na qual os estagiários são avaliados no planejamento e execução da infiltração, cumprimento da missão e retraimento a base de operações.

 

Fonte: 17º B Fron