China busca fortalecer ainda mais seu arsenal nuclear

Diante da estratégia dos EUA na região do Indo-Pacífico, a China deve fortalecer ainda mais sua dissuasão nuclear baseada no mar

blank

Google News

Nesta quinta-feira (27), a agência de notícias Reuters anunciou que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, apresentará um projeto de orçamento militar ao Congresso com o objetivo de modernizar o arsenal nuclear do país para “deter a China” .

Diante de tal situação, especialistas militares chineses, citados nesta sexta-feira (28) pelo jornal Global Times , afirmaram que, enquanto os EUA consideram a China seu principal inimigo imaginário, o país deve “aumentar a quantidade de suas armas nucleares, a fim de impedir uma possível ação militar dos fomentadores de guerra norte-americanos e estabelecer uma ordem mundial mais estável e pacífica, que será benéfica para o mundo”.

Em entrevista ao jornal, o especialista militar chinês, Song Zhongping, um disse que netse momento a China deveria se concentrar no desenvolvimento de seus mísseis balísticos lançados por submarino (ICBM), para proteger com eficácia sua segurança nacional, soberania e interesses de desenvolvimento.

De acordo com Song, o fortalecimento da dissuasão nuclear estratégica baseada no mar é uma direção importante para o desenvolvimento futuro da China, já que essas armas são as melhores contra qualquer ameaça dos Estados Unidos.

Na verdade, outros especialistas militares enfatizam que a China deve aumentar o número de seus ICBMs mais avançados, o DF-41, que tem o maior alcance operacional entre todos os ICBMs chineses.

Os EUA enviam rotineiramente navios de guerra e caças ao Mar da China Meridional, com o pretexto de garantir a navegação em águas internacionais.

A China tem denunciado reiteradamente a presença militar norte-americana na região, por considerar a navegação de embarcações de outros países nessas águas uma ameaça à sua soberania.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: