China diz que pilotos de caça estão treinando contra aeronaves de IA em combates simulados

Especialistas consultados, dizem que por mais avançado que seja, ainda não se pode afirmar que o modelo de IA da China é eficaz na preparação de pilotos de caça

blank

Google News

A Força Aérea do Exército Popular de Libertação (FAEPL) está realizando um experimento com seus pilotos, onde eles estão atuando em simulações de combate dogfight contra um modelo de inteligência artificial (IA) avançado; e que segundo a imprensa estatal do país, os pilotos estão perdendo.

Não foram divulgadas imagens ou vídeos das simulações, mas segundo o site Business Insider, mesmo os oficiais mais experientes estão passando por dificuldades ao enfrentar o sistema computadorizado.

Um oficial da FAEPL, Fang Guoyu, piloto renomado e reconhecido por suas habilidades, foi ‘derrubado’ por um adversário de IA durante uma simulação aérea”, diz o texto.

“No começo da sessão de treinamento, foi fácil derrotar seu oponente computadorizado. Mas a cada rodada, a IA parecia aprender com seu oponente humano. Após um dogfight, onde Fang venceu com um pouco mais de esforço, a IA voltou e usou das mesmas táticas contra ele, desta vez derrotando-o”, explica.

“É como se fosse um piloto digital que é muito bom em aprender, assimilar, revisar e pesquisar”, disse Fang à mídia chinesa. “O movimento com o qual você o derrotou hoje estará nas ‘mãos’ dele amanhã”.

Especialistas dos Estados Unidos foram consultados, ressaltando que, por mais avançado que seja, ainda não se pode afirmar que o modelo de IA da China é eficaz na preparação de pilotos para situações realistas de combate.

“Se o IA deles consegue fazer isso, então ele é muito bom”, explicou o ex-instrutor TOPGUN da Marinha dos EUA e especialista em inteligência artificial, Guy Snodgrass, que hoje dá aulas para pilotos do exército.

“Se ele não consegue fazer isso (…) então você está apenas treinando um humano para lutar contra um computador. Pode haver divergências entre a real capacidade em uma luta aérea contra um outro piloto ou contra o que a IA apresenta”. disse.

A China não deu maiores especificações sobre o modelo de treinamento, mas ressaltou que ele foi criado com participação de institutos internacionais de pesquisa.

  • Com informações do site Business Insider
  • Tradução e Adaptação: DefesaTV


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: