Comandante Militar da Amazônia conhece atividades e meios da 17ª Bda Inf Sl

blank

No dia 8 de junho de 2020, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) recebeu a visita do Comandante Militar da Amazônia (CMA), General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira.

O general se fazia acompanhado de uma comitiva composta por militares do Comando do CMA e pelo Comandante do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS), Cel Mario Flavio de Albuquerque Bryner.

O comandante do CMA foi recepcionado por uma Guarda de Honra no 5º Batalhão de Engenharia de Construção (5º BEC). Na Sequência, deslocou-se para o Quartel General da 17ª Bda Inf Sl, onde o Comandante da Brigada, General Lima, apresentou os oficiais do Estado-Maior no Salão de Honra.

Ato contínuo, como Comandante do Comando Conjunto Príncipe da Beira (CCj PB), o Gen Lima apresentou ao Gen Theofilo e comitiva os detalhes técnicos e operacionais da operação Verde Brasil 2 em sua área de atuação.

Na tarde do mesmo dia, em solenidade ocorrida no Salão Nobre da sede do governo de Rondônia (Palácio Rio Madeira), o Gen Theofilo foi agraciado pelo governador do Estado, Coronel PM Marcos Rocha, com a Medalha da Ordem de Mérito Marechal Rondon com grau Grande Oficial, pela contribuição ao Estado e à Nação.

No seu 2º dia em Porto Velho, o comandante do CMA visitou a 17ª Base Logística (17ª BaLog), o Hospital da Guarnição (HGuPV) e o 5º BEC. À tarde, a bordo de helicóptero H-36 Caracal da Força Aérea Brasileira (ALA 6), acompanhado da comitiva, visitou a base operacional do CCj PB na Operação Verde Brasil 2 em Cujubim/RO.

No base, o Subcomandante da 17ª Companhia de Infantaria de Selva (17ª Cia Inf Sl), Capitão Bolívar, explanou sobre as atividades preventivas e repressivas contra delitos ambientais desempenhadas na Floresta Nacional do Jamari e conduziu todos à uma madeireira interditada para fiscalização.

No prosseguimento da visita à Brigada, 3º e 4º dias, os visitantes do CMA e comandante da 17ª Bda Inf Sl, visitaram o Comando de Fronteira Rondônia / 6º Batalhão de Infantaria de Selva (6º BIS), em Guajará-Mirim/RO e o 54º Batalhão de Infantaria de Selva (54º BIS), em Humaitá/AM.

O objetivo da visita do Comandante Militar da Amazônia foi verificar in loco as atividades das organizações militares, no contexto das operações COVID-19 e Verde Brasil 2.

Em suas palavras ao público interno na Guarnição de Porto Velho, o Gen Theophilo externou a tripla importância desse tipo de atividade: aproximar o escalão de comando da ponta da linha, conhecer com mais profundidade as necessidades da tropa e a renovação de espírito causada pelo encontro de gerações.

Fonte: 17ª Brigada de Infantaria de Selva