Comando do 7º Distrito Naval promove 1ª Regata Ecológica no Lago Paranoá

Militares se mobilizam para coleta de lixo no Lago Paranoá-DF

No dia 21 de setembro, o Comando do 7º Distrito Naval (Com7ºDN) realizou a 1ª Regata Ecológica Naval, mobilizando militares da Marinha, integrantes da comunidade náutica e Órgãos Públicos do Distrito Federal (DF) para a limpeza do Lago Paranoá e suas margens.

O evento fez parte da celebração do Dia Mundial da Limpeza 2019 (World Cleanup Day), e teve o propósito de conscientizar a sociedade brasiliense sobre a importância de não descartar resíduos sólidos e efluentes líquidos, sem o devido tratamento, no lago e seu entorno.

Cerca de 25 embarcações, oficiais e de esporte e/ou recreio, se concentraram nas imediações do Clube Naval de Brasília para a largada da Regata, de onde se dirigiram para diversas áreas ao longo do lago.

Ao término da coleta de lixo, partiram em direção ao Clube Almirante Alexandrino (CAALEX) para a pesagem do que foi recolhido. Os participantes com as maiores cargas foram premiados.

Na categoria “Embarcações Motorizadas”, “Nosso Quintal”, do senhor Daniel, conquistou a primeira colocação; “Saint Morrí”, do senhor Antônio Carlos Martins, presidente da Soamar-DF, a segunda; e “Révus”, do comandante Bastos, a terceira.

Na categoria “Embarcações Não Motorizadas”, foram contempladas a equipe do Programa Forças no Esporte do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, conduzindo um Escaler a Remo, em primeiro lugar; o “Comandante Ponce”, em um caiaque, em segundo; e o Veleiro “Aquarius”, em terceiro.

Na categoria Órgão Público, modalidade “Embarcação Motorizada”, a equipe do Grêmio Naval do Colégio Militar de Brasília, conquistou a primeira colocação; a equipe da Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (ADASA), a segunda; e o Clube Naval de Brasília, a terceira.

Simultaneamente à regata, o Com7ºDN organizou a coleta de lixo da orla das praias do lago, com a participação de 120 militares/civis. Nessa categoria, o Hospital Naval de Brasília, ficou em primeiro lugar; o Comando do 7º Distrito Naval, em segundo; e a Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, em terceiro.

A equipe da Diretoria de Pessoal Civil da Marinha apresentou o lixo mais inusitado, um micro-ondas, e também foi premiada. No total, quase duas toneladas de lixo foram arrecadadas durante o evento realizado na Capital Federal.

A cerimônia de premiação ocorreu no CAALEX e contou com a presença do Comandante do 7º Distrito Naval, do presidente da ADASA, do Diretor Científico da empresa Oceana, do presidente da Federação Náutica de Brasília, dos comandantes das Organizações Militares subordinadas, bem como Grupo de Escoteiros do Mar.

A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins também está promovendo, no dia de hoje, ações de conscientização ambiental no “Mutirão Ecológico” que está sendo realizado nas praias da Graciosa, do Cajú, do Luzimangue e do Prata, em Palmas-TO, com a participação de órgãos ambientais, comunidade náutica e grupos de escoteiros.

  • Com informações do CCSM


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below