Comitê do Senado dos EUA autoriza Força Aérea adicionar F-35 Turcos ao seu inventário

O Comitê do Senado dos EUA para Forças Armadas, autorizou a Força Aérea (USAF) adicionar ao seu inventário os seis caças F-35 que haviam sido fabricados para a Turquia.

Tal medida se deu, pois como a pandemia afetou não só as indústrias civis, mas também as militares. E perante a diminuição da produção dos caças F-35, os EUA tomaram uma decisão que foi mal vista pela Turquia.

O governo dos EUA já tinham excluído o seu aliado OTAN do programa do caça F-35 após o governo Turco, adquirir os sistemas de defesa antiaérea russos S-400, não obstante a desaprovação e ameaças por parte dos EUA.

Vale destacar que a Turquia fazia parte do programa não apenas comprando os caças, como também participando do seu desenvolvimento e fabricação. A previsão era que Ancara se tornasse o maior comprador dos caças F-35A.

Desde então, o futuro dos seis caças estavam cobertos de incertezas. Agora, tendo ficado com eles, os militares norte-americanos planejam compensar, mesmo que parcialmente, a redução da fabricação dos F-35 devido a pandemia de COVID-19.

Por sua vez, a Turquia já anunciou o início do desenvolvimento de seu próprio caça: o TF-X. Mas ainda o futuro deste caça é incerto, pois a Industria Turca não tem experiência na fabricação de aeronaves de asa fixa, aponta o site Military Watch.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail