Contra-ofensiva de forças curdas neutraliza 50 milicianos, 2 militares e capturam blindado do exército turco

O MRAP (BMC Kirpi) do Exército turco capturado. Imagem extraìda de vìdeo via SANA Syria.

Em 15 de outubro, 2 soldados turcos foram mortos em um bombardeio perto da área de Manbij, no norte da Síria, revelou o Ministério da Defesa turco. Segundo fontes pró-turcas, o incidente foi causado por um bombardeio das Forças Democráticas Sírias (SDF), lideradas pelos curdos.
Enquanto isso, as unidades SDF capturaram um MRAP (BMC Kirpi) do Exército turco em recentes confrontos no norte da Síria.

A NSA lançou seu ataque a Ras al-Ayn oito dias atrás, no âmbito da Operação Primavera da Paz . No entanto, a coalizão apoiada pela Turquia ainda não fez nenhum avanço significativo dentro da cidade.

Ras al-Ayn é um dos principais alvos da Operação Turca Primavera da Paz. A primeira fase da operação visa estabelecer uma “zona segura” de 120 km de comprimento e 30 km de profundidade entre Ras al-Ayn e a cidade de Tell Abyad, a oeste.

Pelo menos 50 militantes do Exército Nacional da Síria (Rebeldes anti-Assad do NSA), apoiado pela Turquia, foram mortos pelas Forças Democráticas da Síria (SDF) na cidade fronteiriça de Ras al-Ayn em 16 de outubro , segundo informações de ativistas da oposição e observadores internacionais ainda na àrea.

Os militantes saqueavam casas dentro de Ras al-Ayn, no norte de al-Hasakah, quando foram emboscados por combatentes da SDF liderada pelos curdos.

Segundo os ativistas, 40 dos militantes mortos eram membros da Divisão Sultan Murad, enquanto os outros estavam lutando nas fileiras da Divisão Hamza.

Tropas do Exército Sírio entraram pela 1a vez em Raqqah desde 2014.

Em 16 de outubro, unidades do Exército Sírio entraram na cidade de Raqqah, atualmente controlada pelas Forças Democráticas Sírias lideradas pelos curdos, pela primeira vez desde 2014 , segundo a RIA Novosti da Rússia, citando uma fonte militar local. A informação foi confirmada por correspondentes franceses que estão ainda na região sob proteção dos curdos e russos.

O relatório diz que o Exército Sírio já estabeleceu postos de observação na área da cidade.

O SDF apreendeu a cidade de Raqqah em 2017 do grupo terrorista ISIS. Essa se tornou a vitória mais notável da força liderada pelos curdos sobre o ISIS no decorrer de todo o esforço anti-ISIS, sob o patrocínio da coalizão liderada pelos EUA.

  • Com informações via SANA Syria, Agence France Press e RIA Novosti via redação Orbis Defense Europe.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below