Coreia do Norte acusa Estados Unidos em estimular tensão militar na península

blank

A Coreia do Norte acusou os Estados Unidos nessa terça-feira (6) de incitar tensões militares ao realizar exercícios em conjunto com a Coreia do Sul e afirmou que Pyongyang vai tomar medidas para se defender.

Ju Yong Chol, um diplomata norte-coreano, disse à Conferência do Desarmamento em Genebra, na Suíça, que o governo da Coreia do Norte precisará reconsiderar os principais passos dados até agora nos acordos com os EUA.

Ele não mencionou os últimos disparos de mísseis no mar, na costa leste do país, pela quarta vez em menos de duas semanas.

“Apesar de autoridades dos EUA e da Coreia do Sul estarem usando todos os truques para justificar esse exercício militar, eles não podem esconder nem disfarçar a sua natureza agressiva”, disse Ju.

“O que é mais sério é que os EUA estão incitando a tensão militar hostil à Coreia do Norte ao empregar um grande armamento ofensivo na Coreia do Sul em desrespeito ao seu compromisso de suspender exercícios militares feito em cúpulas.”

A Coreia do Norte vai “desenvolver, testar e implementar o que for essencial para nossa defesa nacional”, afirmou. O embaixador para o desarmamento dos EUA, Robert Wood, pediu para responder e rejeitou as alegações.

“Deixe-me ser claro, os EUA não estão incitando pressão militar”, disse. Os americanos estão comprometidos com a desnuclearização da Coreia do Norte, conforme combinado pelo líder Kim Jong-un e Donald Trump.

“Nós queremos voltar às discussões com a Coreia do Norte para implementar a visão criada no encontro de cúpula entre Trum e Kim”, completou.

  • Coma agências internacionais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here