Declaração do ministro das Relações Exteriores da Ucrânia sobre agravamento sistêmico da situação de segurança pela Rússia

A Rússia vem agravando sistematicamente a situação de segurança nas regiões de Donetsk, Luhansk e na Crimeia

blank
REUTERS/David Mdzinarishvili

A Ucrânia e parceiros do nosso Estado registram que a Rússia agrava sistematicamente a situação de segurança nas regiões de Donetsk, Luhansk e na Crimeia, recusando a reafirmar seu compromisso ao cessar-fogo.

A escalada atual por parte da Rússia é sistêmica e a maior dos últimos anos. As ações da Rússia levaram a situação a um beco sem saída. A única saída é a diplomacia.

Moscou deve parar a escalada das tensões militares, reafirmar imediatamente e incondicionalmente seu compromisso com os meios político-diplomáticos de resolução do conflito e se comprometer novamente com o cessar-fogo.

A Ucrânia, juntamente com a Alemanha e a França, como mediadores das negociações da Normandia, fazem todo o possível que a Rússia retome de forma construtiva as negociações.

Nossos parceiros, incluindo EUA, Canadá, Reino Unido e OTAN, também apoiam o envolvimento contínuo da Rússia nas negociações.

Qualquer que seja a desinformação que a Rússia possa vir a divulgar, gostaria de assegurar que a Ucrânia prioriza os meios político-diplomáticos de resolução do conflito, porque a paz e a vida humana são valores fundamentais para o Estado ucraniano.

Ministro das Relações Exteriores

Dmytro Kuleba