Desembarque Anfíbio movimenta o “Dia D” das Operações “ADEREX-Anfíbia/Superfície” 2021

Por meio de ações e decisões coordenadas, o exercício contribuiu para elevar a capacidade operativa e expedicionária da Força

blank
Viaturas Blindadas Especiais sobre Rodas desembarcando da EDCG Marambaia

Google News

O “Dia D” das Operações “ADEREX-Anfíbia/Superfície” 2021 começou antes mesmo do Sol nascer. Por volta das 5h, duas Embarcações de Desembarque de Viatura e Pessoal (EDVP) e 10 Carros Lagarta Anfíbio (CLANF) deram início ao transporte de Fuzileiros Navais dos navios até a Praia de Itaoca, município de Itapemirim (ES).

Ao mesmo tempo, três aeronaves decolaram do Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico” e do Navio-Doca Multipropósito “Bahia” levando tropas do 3º Batalhão de Infantaria, que realizou o reconhecimento da área para que as embarcações pudessem abicar com segurança.

blank
Aeronave UH-15 realizando desembarque em meio aquático (Tethered Duck)

O desembarque anfíbio, principal objetivo da comissão, simulou a ocupação de território hostil e foi realizado com a participação de mais de 300 militares da Força de Fuzileiros da Esquadra e elementos de Operações Especiais de Comandos Anfíbios (ComAnf) e de Mergulhadores de Combate (MeC).

Após cerca de 10 horas de intensos adestramentos, os militares, as viaturas e os equipamentos reembarcaram nos navios da Esquadra participantes das Operações, que continua até o dia 28 de maio, com o propósito de realizar exercícios de caráter estritamente militar, por meio de Operações Anfíbias, a fim de contribuir para elevar o grau de prontidão dos meios navais e aeronavais e de unidades da Força de Fuzileiros da Esquadra.

blank
Militares são infiltrados por Fast Rope
  • Com informações do CCSM


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: